sicnot

Perfil

País

Homem que matou filho bebé fez tratamentos de desintoxicação

Homem que matou filho bebé fez tratamentos de desintoxicação

O homem que matou o filho bebé em Linda-a-Velha tem um longo historial de consumo de álcool e drogas, e chegou mesmo a fazer tratamentos de desintoxicação. Para os especialistas, os consumos, em excesso, por si só, não justificam comportamentos de tamanha agressividade, ainda que possam potenciar personalidades já violentas.

  • Pai que matou bebé fica em prisão preventiva

    País

    O homem que esfaqueou mortalmente o filho de 6 meses em Linda-a-Velha fica em prisão preventiva a aguardar julgamento. Ouvido hoje no Tribunal de Cascais, desta vez não terá confessado o crime, alegando que não se lembra do que aconteceu.

  • Suspeito de ter matado filha disse ao juiz que não se lembra
    2:22

    País

    Ficou em prisão preventiva o pai do bebé de 6 meses esfaqueado em Linda-a-Velha, concelho de Oeiras, que foi esta manhã ouvido no Tribunal de Cascais. Quando foi detido e perante a polícia o homem assumiu a autoria do homicídio. Mas esta manhã, perante o juiz do tribunal de Cascais, disse que afinal não se lembra.

  • Preventiva para pai que matou filho bebé justificada com perigo de fuga
    2:01

    País

    O homem que tinha confessado o homicídio do filho bebé em Linda-a-Velha, em Oeiras, na quarta-feira, ficou hoje em prisão preventiva. A advogada do arguido confirmou a medida de coação justificada pelo “perigo de fuga, a continuidade da atividade criminosa e o alarme social gerado por este tipo de crime”. Ana Antunes disse também que foi nomeada esta manhã pelo tribunal para acompanhar o detido, mas que não decidiu se vai continuar na defesa deste processo.

  • Atacantes de Barcelona "não estão a caminho da nossa fronteira"
    7:00

    Ataque em Barcelona

    O diretor da Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária esteve esta sexta-feira no Jornal da Noite para falar sobre o duplo atentado em Espanha. Luís Neves diz que o nível de ameaça em Portugal, perante os ataques, não foi alterado porque "não se detectou que tenha existido informação que possa colocar o nosso território em perigo".