sicnot

Perfil

País

IPMA diz que chuva terá de continuar em abril para atenuar efeitos de seca

A chuva terá de continuar durante o mês de abril para atenuar a situação de seca provocada pela fraca precipitação dos meses de inverno, com reflexos nas pastagens e culturas de sequeiro.

Reuters

Reuters

© Ina Fassbender / Reuters

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), Portugal tem mais de 90 por cento do território em situação de seca fraca a moderada, enquanto em sete por cento se regista uma seca severa, como é o caso de Trás-os-Montes e do Alentejo.

Em declarações à agência Lusa, a meteorologista Vanda Pires explicou que a situação resulta de "valores muito baixos de precipitação" durante o mês de março, em todo o território, depois de nos meses de inverno (dezembro, janeiro e fevereiro) se terem verificado também valores "bastante abaixo da média".

"Em termos de consequências, estamos a entrar agora no mês de abril, em que já está a ocorrer alguma precipitação. Temos de avaliar agora se esta precipitação será suficiente para atenuar essa situação de seca", afirmou.

 "Poderá obviamente ajudar, sobretudo ao nível das pastagens, da agricultura de sequeiro, que é onde se fazem sentir os primeiros impactos da situação de seca", disse.

A seca severa que afeta Trás-os-Montes e o Alentejo é a terceira mais grave na escala do índice de seca.

"Os valores de precipitação não têm sido iguais em todo o território. No Norte tem chovido menos do que na região Centro e Sul, não são para já valores relativamente elevados e essa região Norte, que também está a ser afetada não tem para já valores muito elevados, o que pode obviamente não atenuar esta situação para já", sublinhou. 

"Se continuar a ocorrência de precipitação durante mais alguns dias, poderá ainda ajudar para esta situação, se se intensificar um pouco mais", indicou a especialista.

Segundo o boletim climatológico do IPMA, o passado mês de março foi o que registou a precipitação mais baixa dos últimos 18 anos e teve uma "temperatura média superior ao valor normal".


Lusa
  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Greve na Função Pública vai afetar escolas, saúde e cultura

    País

    A greve nacional convocada para sexta-feira pela Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública (FNSTFPS) deverá afetar as escolas, a área da saúde e ainda da cultura, entre outros serviços, afirmou esta quarta-feira a dirigente sindical, Ana Avoila.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.