sicnot

Perfil

País

IPMA diz que chuva terá de continuar em abril para atenuar efeitos de seca

A chuva terá de continuar durante o mês de abril para atenuar a situação de seca provocada pela fraca precipitação dos meses de inverno, com reflexos nas pastagens e culturas de sequeiro.

Reuters

Reuters

© Ina Fassbender / Reuters

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), Portugal tem mais de 90 por cento do território em situação de seca fraca a moderada, enquanto em sete por cento se regista uma seca severa, como é o caso de Trás-os-Montes e do Alentejo.

Em declarações à agência Lusa, a meteorologista Vanda Pires explicou que a situação resulta de "valores muito baixos de precipitação" durante o mês de março, em todo o território, depois de nos meses de inverno (dezembro, janeiro e fevereiro) se terem verificado também valores "bastante abaixo da média".

"Em termos de consequências, estamos a entrar agora no mês de abril, em que já está a ocorrer alguma precipitação. Temos de avaliar agora se esta precipitação será suficiente para atenuar essa situação de seca", afirmou.

 "Poderá obviamente ajudar, sobretudo ao nível das pastagens, da agricultura de sequeiro, que é onde se fazem sentir os primeiros impactos da situação de seca", disse.

A seca severa que afeta Trás-os-Montes e o Alentejo é a terceira mais grave na escala do índice de seca.

"Os valores de precipitação não têm sido iguais em todo o território. No Norte tem chovido menos do que na região Centro e Sul, não são para já valores relativamente elevados e essa região Norte, que também está a ser afetada não tem para já valores muito elevados, o que pode obviamente não atenuar esta situação para já", sublinhou. 

"Se continuar a ocorrência de precipitação durante mais alguns dias, poderá ainda ajudar para esta situação, se se intensificar um pouco mais", indicou a especialista.

Segundo o boletim climatológico do IPMA, o passado mês de março foi o que registou a precipitação mais baixa dos últimos 18 anos e teve uma "temperatura média superior ao valor normal".


Lusa
  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51