sicnot

Perfil

País

Pai que matou bebé fica em prisão preventiva

O homem que esfaqueou mortalmente o filho de 6 meses em Linda-a-Velha fica em prisão preventiva a aguardar julgamento. Ouvido hoje no Tribunal de Cascais, desta vez não terá confessado o crime, alegando que não se lembra do que aconteceu.

O arguido voltou hoje ao tribunal de Cascais, transportado numa viatura descaracterizada da polícia.

O arguido voltou hoje ao tribunal de Cascais, transportado numa viatura descaracterizada da polícia.

SIC

A decisão foi lida à imprensa à porta da instituição por um funcionário judicial e confirmada pela advogada de defesa no local.  Foi tido em conta o perigo de fuga, a continuidade de atividade criminosa e a natureza do crime - considera o juiz que o homem está fortemente indiciado da prática de homicídio qualificado.

Perante o tribunal, o homem prestou declarações, mas não terá confessado o crime, apurou a SIC, afirmando que não se lembra do que aconteceu.

Já tinha sido ontem presente ao juiz de instrução criminal em Cascais. Contudo, o interrogatório não decorreu e foi adiado para esta manhã por falta de agenda do tribunal.

O homem assumiu à PSP ter esfaqueado mortalmente o filho, em Linda-a-Velha, no concelho de Oeiras, na quarta-feira, dia em que foi detido. O bebé ainda foi assistido no local por peritos de emergência médica do Hospital São Francisco Xavier, de Lisboa, mas, segundo o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), acabou por morrer ali.


  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11