sicnot

Perfil

País

GNR intensifica controlo de velocidade a partir de hoje

Mil e trezentos militares da Guarda Nacional Republicana (GNR) estão a partir de hoje nas ruas numa operação de intensificação do controlo de velocidade no âmbito da uma operação promovida pela European Traffic Police Network (TISPOL), anunciou a GNR.

(SIC/ Arquivo)

Entre hoje e domingo, a GNR irá realizar 700 ações de controlo de velocidade sobretudo nas vias onde as infrações por excesso de velocidade são mais frequentes, designadamente nas autoestradas e nas vias situadas no interior de localidades, informa a GNR em comunicado.

Esta operação, que pretende combater o flagelo da sinistralidade rodoviária associada ao excesso de velocidade, decorrerá em todos os países da Europa e enquadra-se no planeamento de operações definido pela TISPOL, organismo que congrega todas as polícias de trânsito da Europa, no qual a GNR é representante nacional.

Desde o início de 2015, foram controlados 2.487.577 condutores, dos quais 52.212 circulavam em excesso de velocidade. 

Perante estes números, o combate à sinistralidade rodoviária continua a ser uma prioridade estratégica da GNR, estando planeadas para o presente ano diversas operações nacionais, com empenhamento intensivo e simultâneo de meios de modo a salvaguardar a segurança dos portugueses na estrada.

Lusa
  • Francês detido em Antuérpia "queria matar"

    Mundo

    O Presidente de França François Hollande afirmou que o francês detido esta quinta-feira por conduzir um automóvel a grande velocidade na principal rua pedonal de Antuérpia, na Bélgica, "queria matar" ou "provocar um acontecimento dramático".

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27
  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.