sicnot

Perfil

País

Paulo Freitas do Amaral assume candidatura à Presidência da República

Paulo Freitas do Amaral, eleito em 2009 presidente da junta de freguesia da Cruz Quebrada-Dafundo, em Oeiras, até 2013, anunciou hoje a candidatura à Presidência da República, garantindo ter já metade das assinaturas necessárias para a formalização.

A candidatura de Paulo Freitas do Amaral compromete-se, no caso de sair vencedora nas próximas Presidenciais de 2016, "em reduzir para um terço as despesas da Presidência da República através da redução dos cargos de nomeação politica, de gastos em remodelações, de festas e de outras mordomias supérfluas existentes atualmente". (Arquivo)

A candidatura de Paulo Freitas do Amaral compromete-se, no caso de sair vencedora nas próximas Presidenciais de 2016, "em reduzir para um terço as despesas da Presidência da República através da redução dos cargos de nomeação politica, de gastos em remodelações, de festas e de outras mordomias supérfluas existentes atualmente". (Arquivo)

Com 36 anos, o primo de Diogo Freitas do Amaral (ex-líder do CDS, ex-vice-primeiro-ministro e ex-candidato a Belém) apresenta publicamente a sua candidatura a 30 de maio numa sessão no concelho de Oeiras, cidade onde cresceu, foi autarca e deputado municipal.

Em declarações à agência Lusa, Paulo Freitas do Amaral disse ter decidido candidatar-se para fazer uma "reaproximação das pessoas à política", tendo como público-alvo os jovens.

Apesar de ser militante do CDS, o ex-autarca fez questão de sublinhar que se vai candidatar como independente.

Lembrando que o cargo a que se candidata exige experiência, Paulo Freitas do Amaral avançou que a política precisa de "caras novas" e de uma "nova geração", em detrimento de outras pessoas que já se encontram no meio político há mais anos.

"Sei que sou talvez o candidato mais jovem e tenho debilidades da própria juventude. Ninguém é perfeito", afirmou, lembrando, no entanto, que o facto de ter sido autarca e ter estado na linha da frente dos problemas das pessoas, que lutavam contra a pobreza e despejos compulsivos, num concelho como o de Oeiras, o faz ter a "sensibilidade social importante para quem quer alertar para certos problemas sociais".

Paulo Freitas do Amaral é a terceira figura a manifestar a intenção de se candidatar à Presidência da República nas eleições do próximo ano. O socialista Henrique Neto e o ex-vice-presidente da Câmara do Porto Paulo Morais (mandato de Rui Rio) já anunciaram publicamente a intenção de entrar na corrida a Belém.

 O objetivo da candidatura é trazer para a discussão pública "certos assuntos" e "marcar a agenda de uma geração que tem sofrido com as políticas do governo que motivaram a emigração", explicou.

"Passei pela pasta, na secretaria de estado das comunidades portuguesas, conheço bem a emigração portuguesa e os seus problemas e a restante geração que se encontra em Portugal e as dificuldades que passam, que lutam para trabalhar no setor privado e no público", frisou.

Acreditando que até ao verão irá ter as assinaturas necessárias para oficializar a candidatura no Tribunal Constitucional, Paulo Freitas do Amaral reconheceu não ter "grandes ambições em termos de resultados", apenas a "ambição de marcar na agenda os problemas de uma geração".


Lusa
  • A fábrica de caças na base aérea de Monte Real
    3:35
  • Comprar ou arrendar casa?
    8:25
  • Fui contactado por um espectador do “Contas-Poupança” (quartas-feiras, Jornal da Noite, SIC) e leitor do blogue www.contaspoupanca.pt, que foi surpreendido com uma carta do banco a aumentar o spread porque um dos serviços que tinha subscrito tinha sido extinguido. Neste caso específico, a domiciliação de ordenado. Ora, o cliente ficou estupefacto porque não mudou de empresa, não foi despedido nem tinha havido nenhuma alteração no recebimento do ordenado naquela conta.

    Pedro Andersson

  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44

    Mundo

    A Ucrânia está a ser seriamente afetada por um novo ataque informático. Algumas empresas de grande dimensão estão a ser prejudicadas, agravando a dimensão global do ataque, o qual não parece ser dirigido a ninguém em concreto. Ontem, nas primeiras horas do ataque, não parava de crescer o número de vítimas.

  • Temer acusado de prejudicar Polícia Federal
    2:36
  • Trump interrompe telefonema para elogiar jornalista

    Mundo

    A jornalista irlandesa Caitriona Perry viu-se esta terça-feira envolvida num momento que a própria classificou de "bizarro": um encontro inesperado com Donald Trump, que interrompeu um telefonema com o primeiro-ministro irlandês para... a elogiar.

    SIC

  • Caricaturas de Trump invadem capital do Irão

    Mundo

    O Irão está a organizar um concurso internacional de caricaturas do Presidente norte-americano Donald Trump. Pelas ruas de Teerão já vão surgindo algumas imagens alusivas ao festival que vai realizar-se no próximo mês de julho.

  • Companhia aérea obriga deficiente físico a entrar no avião sem ajuda

    Mundo

    Um homem com uma deficiência física que o obriga a andar numa cadeira de rodas foi obrigado a subir sozinho as escadas de um avião da companhia aérea Vanilla Air. Hideto Kijima deparou-se com a situação quando estava a embarcar da ilha de Amami para Osaka, no Japão, com vários amigos que foram proibidos de o ajudar.

  • De onde vem o dinheiro de Isabel II?

    Mundo

    A rainha Isabel II vai ser aumentada - pelo exercício das suas funções -, em 2018, para 82,2 milhões de libras (93,5 milhões de euros). Este valor é pago pelo Estado britânico. Contudo, esta não é a única fonte de rendimento da rainha de Inglaterra. Isabel II também recebe pelas terras, casas e empresas que tem espalhadas pelo Reino Unido.