sicnot

Perfil

País

Detido suspeito de homicídio de empresário português nos EUA

O suspeito de ter assassinado o empresário português José António Salgado no passado sábado em Bridgeport, no estado de Connecticut, Estados Unidos, foi hoje detido.  

© Brendan McDermid / Reuters

Leighton Vanderburg, de 22 anos, está detido sob uma caução de um milhão de dólares (940 mil euros) e a polícia emitiu um mandado de captura para Treizy Lopes, de 18 anos.

José António Salgado, 57, natural de Sapiãos, em Trás-os-Montes, estava na sua mercearia, a Sapiãos Grocery, no passado sábado, quando esta foi assaltada por dois indivíduos armados por volta das 15:00 (20:00h em Lisboa).

O imigrante foi atingido quando passava dinheiro aos assaltantes, em frente da mulher, que trabalhava com ele na mercearia que o casal abriu há cerca de 20 anos.

Salgado morreu minutos depois, a caminho do hospital St. Vincent's Medical Center.

A polícia conseguiu chegar ao suspeito através das câmaras de vigilância no local, que mostraram o rosto dos assaltantes e a matrícula do carro em que fugiram.

José Salgado tinha dois filhos e, na noite de sábado, ia encontrar-se com o cunhado para combinar as férias da família, este verão, em Portugal.

Lusa

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem no Coachella e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.