sicnot

Perfil

País

Mulher ferida a tiro no Pinhão com prognóstico muito reservado

A jovem ferida a tiro numa pastelaria do Pinhão, concelho de Alijó, continua internada no Hospital de Santo António, no Porto, em coma profundo e prognóstico muito reservado, disse fonte hospitalar.

NUNO ANDR\303\211 FERREIRA

A fonte referiu que a mulher foi atingida com duas balas, uma na cabeça e outra na zona da cervical, e que já deu entrada no hospital em coma profundo, encontrando-se internada na unidade de cuidados intensivos com um prognóstico muito reservado.

Esta manhã, cerca das 7:00, um homem de 38 anos e natural de Baião entrou numa pastelaria no centro do Pinhão e efetuou vários disparos contra duas mulheres, duas primas de 21 e 22 anos, matando a mais velha e ferindo gravemente a mais nova.

As duas mulheres trabalhavam naquele estabelecimento e eram naturais da aldeia de Espinho, concelho de São João da Pesqueira.

O capitão Joni Ferreira, comandante do destacamento da GNR de Peso da Régua, afirmou aos jornalistas que o cenário com que os militares se depararam quando entraram na pastelaria foi de uma vítima mortal e outra mulher que foi transportada para o hospital a "inspirar cuidados médicos urgentes". 

Referiu ainda que o suspeito se colocou de imediato em fuga e se entregou às 08:40 na esquadra da PSP de Vila Real e foi detido pela PJ de Vila Real.

Aos polícias, o presumível homicida disse que atirou a arma ao rio na localidade do Pinhão.

Fonte da PJ disse que o homem vai ser presente a primeiro interrogatório no Tribunal de Alijó, na quinta-feira.

O comandante da GNR referiu que o suspeito manteria um relacionamento com uma das vítimas, a mulher de 21 anos que sobreviveu aos disparos e foi transportada para o Hospital de Vila Real, de onde foi transferida para o Porto.

No entanto ressalvou que "só a investigação irá determinar se se tratou de um crime passional". 

O suspeito, que trabalhava na construção de muros, já estava referenciado pela GNR por atividades ilícitas não especificadas.
Lusa
  • Morreu o vocalista da banda Linkin Park

    Cultura

    Um dos vocalistas da banda de metal alternativo Linkin Park, Chester Bennington, morreu, em casa, numa cidade do condado de Los Angeles, aos 41 anos. Chester Bennington ter-se-á suicidado, de acordo com a plataforma TMZ. O músico juntou-se aos Linkin Park em 1999, três anos após a formação da banda, que editou o seu álbum de estreia, "Hybrid Theory", em 2000. O disco, do qual fazem parte temas como "In the End", "Crawling" e "One Step Closer", vendeu dez milhões de cópias só nos Estados Unidos.

  • O perfil do novo herói do surf português
    3:43
  • "Temos de melhorar o sistema de prevenção e combate dos incêndios"
    18:07

    País

    O ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias, desta quinta-feira. Em análise esteve o chumbo do PCP na criação de um banco nacional de terras, a reforma da floresta em Portugal, as falhas no sistema de comunicação do SIRESP, a lei da rolha nos bombeiros, a seca no país e ainda a pesca da sardinha, que poderá vir a ser proibida durante 15 anos. 

    Entrevista SIC Notícias

  • CGTP acusa PT de ilegalidades no dia da greve
    0:46

    Economia

    A CGTP pede a intervenção do Governo na PT. Esta quinta-feira, na SIC Notícias, Arménio Carlos acusou a empresa de estar a cometer mais uma ilegalidade, ao ter requisitado trabalhadores para cumprir serviços mínimos uma semana antes do permitido por lei.

  • Altice responde a António Costa
    1:33

    Economia

    A Altice respondeu ao Governo, na sequência das críticas de António Costa, lamentando que Portugal não reconheça a importância dos investimentos que o grupo faz no país. A dona da PT inaugurou esta quinta-feira um novo call center em Vieira do Minho e, na sexta-feira, está marcada uma greve geral dos trabalhadores da PT.

  • Protesto dos enfermeiros é "ilegal"
    2:37
  • O que resta do navio de salvamento mais famoso de Portugal?
    15:26

    Aqui há História

    Os baixios da barra do Tejo já foram cemitério de centenas de embarcações. Uma delas foi o Patrão Lopes, o navio de salvamento que saía para o mar quando todos fugiam das tempestades. Foram cinco dias em agonia até naufragar no Bugio, num caso que acabou na barra do tribunal. 80 anos depois, a SIC mergulhou no Patrão Lopes porque "Aqui Há História".

  • Sismo de magnitude 6.9 na Turquia

    Mundo

    Um forte sismo com magnitude 6.9 na escala de Richter fez-se sentir esta quinta-feira a sul da cidade turca de Bodrum. A informação foi avançada pela agência norte-americana de Geologia.