sicnot

Perfil

País

Passos exclui cenário de governação com o PS

Pedro Passos Coelho excluiu qualquer possibilidade de entendimento com o PS depois das próximas eleições legislativas. Na reunião do Conselho Nacional do PSD, na noite passada, o líder social-democrata afirmou que "nunca terá a tentação de fazer governo com o Partido Socialista".

JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Passos acrescentou que "é impensável governar dependente das imposições do PS", que o primeiro-ministro acusou de só estar disponível para dialogar "se for governo".

Numa intervenção à porta fechada, Passos Coelho disse também que "ainda é cedo" para falar de uma coligação com o CDS, voltando a remeter o assunto para "tempo oportuno".

O líder social-democrata confirmou que pretende levar por diante uma redução da TSU para as empresas, mas sem prejudicar os trabalhadores. Segundo fontes do PSD, o primeiro-ministro disse que a medida pretende estimular a criação de emprego e "não é o papão de 2012, que o PS anda a agitar".

As presidenciais foram outra questão remetida para mais tarde. 

Tanto à entrada como à saída da reunião, ninguém prestou declarações aos jornalistas. Como tem sido habitual, estiveram também presentes membros do Governo que não são dirigentes sociais-democratas, como a ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, o ministro adjunto e do Desenvolvimento Regional, Miguel Poiares Maduro, o ministro da Presidência e dos Assuntos Parlamentares, Luís Marques Guedes, e a ministra da Justiça, Paula Teixeira da Cruz.
  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efetivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21
  • Antigos quadros da Facebook declaram-se preocupados com efeitos da rede social

    Mundo

    Alguns dos antigos quadros da empresa Facebook estão a começar a exprimir sérias dúvidas sobre a rede social que ajudaram a criar, foi noticiado. A Facebook explora "uma vulnerabilidade na psicologia humana" para criar dependência entre os seus utilizadores, afirmou o primeiro presidente da empresa, Sean Parker, num fórum público.