sicnot

Perfil

País

Suspeito de homicídio entregou-se na PSP de Vila Real

Um tiroteio no Pinhão, no concelho de Alijó, fez esta manhã uma vítima mortal. Os autores dos disparos fugiram num carro branco mas um deles entregou-se entretanto na esquadra de PSP de Vila Real. O outro ainda está a ser procurado. 

ASSOCIATED PRESS

Uma mulher morreu e outra permanece em estado crítico depois de terem sido atingidas a tiro por um suspeito no Pinhão, em Alijó, esclareceu a GNR, corrigindo a primeira informação de que teriam falecido as duas. Os primeiros militares da GNR que chegaram ao local do crime detetaram duas vítimas, que suspeitaram estar mortas, mas só posteriormente foi verificado que uma delas ainda respirava.

As duas mulheres, de 21 e 22 anos, foram atingidas quando trabalhavam numa pastelaria da vila do Pinhão, no distrito de Vila Real.  

Segundo o tenente-coronel João Morgado, após os disparos o suspeito pôs-se em fuga num carro branco.

O comissário João Martins, da PSP de Vila Real, disse que o suspeito se entregou na esquadra desta polícia e já foi entregue à Polícia Judiciária, responsável pela investigação.

O homicídio ocorreu cerca das 07.00.

Logo de imediato a GNR acionou os meios dos postos vizinhos e a avisou a PSP e a PJ.


Com Lusa



  • Mário Centeno lidera hoje a primeira reunião do Eurogrupo
    1:56
  • Eleição de Rio "embaraça" PCP e BE
    0:34

    Opinião

    Luís Marques Mendes considera que a eleição de Rui Rio veio criar embaraço ao PCP e Bloco de Esquerda. O comentador da SIC considera que a promessa de que venha a haver pactos de regime entre PS e PSD é motivo de preocupação para os parceiros do Governo.

  • Quem são os arguidos da operação Fizz
    2:29

    País

    É já considerado o julgamento do ano da justiça portuguesa e o caso que está a abalar as relações entre Portugal e Angola. O processo da operação Fizz tem quatro arguidos, mas um deles, já é certo, não irá sentar-se esta segunda-feira no banco dos réus.

  • Que shutdown é este que paralisou os EUA?
    2:27
  • Casal que mantinha filhos acorrentados queria participar num reality show
    3:15
  • Quase 100 atletas testemunharam contra médico Larry Nassar
    1:38

    Desporto

    Quase 100 atletas e antigas ginastas da seleção dos Estados Unidos da América confrontaram esta semana, em tribunal, o médico Larry Nassar, acusado de assédio sexual. Em dezembro, o clínico foi condenado a 60 anos de prisão por um tribunal do Michigan, por posse de pornografia infantil.