sicnot

Perfil

País

Uma mulher morreu e outra em estado crítico depois de terem sido baleadas no Pinhão

Uma mulher morreu e outra permanece em estado crítico depois de terem sido atingidas a tiro por um suspeito no Pinhão, em Alijó, esclareceu a GNR, corrigindo a primeira informação de que teriam falecido as duas.

SIC

Os primeiros militares da GNR que chegaram ao local do crime detetaram duas vítimas, que suspeitaram estar mortas, mas só posteriormente foi verificado que uma delas ainda respirava.

 Uma das vítimas encontra-se em estado crítico e vai ser transferida para os cuidados de neorocirurgia do Hospital de Santo António, no Porto, disse à Lusa fonte hospitalar.

O tenente-coronel João Morgado, do comando da GNR de Vila Real, afirmou à agência Lusa que o crime aconteceu por volta das 07:00 numa pasteleira onde trabalhavam as duas mulheres, de 22 e 21 anos.

O suspeito de ter matado uma mulher e ferido gravemente outra, hoje de manhã no Pinhão, concelho de Alijó, entregou-se na PSP de Vila Real, confirmou à agência Lusa fonte desta polícia.

Segundo o tenente-coronel João Morgado, após os disparos o suspeito pôs-se em fuga num carro branco.

O comissário João Martins, da PSP de Vila Real, disse que o suspeito se entregou na esquadra desta polícia e já foi entregue à Polícia Judiciária, responsável pela investigação.

Logo de imediato a GNR acionou os meios dos postos vizinhos e a avisou a PSP e a PJ.


Lusa

  • "Cada drama, cada problema, cada testemunho, impressiona muito"
    1:55
  • Temperaturas vão subir até 4ª feira

    País

    As temperaturas vão subir até esta quarta-feira, prevendo-se máximas entre os 22 e os 29 graus na generalidade do território, valores acima do normal para a época do ano, adiantou hoje a meteorologista Maria João Frada.

  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC

  • Quando o cão de Macron fez chichi no gabinete do Presidente francês
    0:31
  • 245 saltam de ponte de 30m no Brasil para Recorde do Guiness
    1:56
  • Antigos presidentes dos EUA angariam 26 milhões para vítimas dos furacões
    0:58

    Mundo

    Os cinco antigos presidentes dos Estados Unidos da América ainda vivos juntaram-se para ajudar as vítimas dos furacões. Bill Clinton e Barack Obama lembraram as vítimas dos furacões e elogiaram o espírito solidário dos norte-americanos. Os antigos presidentes norte-americanos lançaram o apelo no início do mês passado e já conseguiram angariar cerca de 26 milhões de euros.