sicnot

Perfil

País

Universidade de Coimbra faz estudo sobre exames nacionais em Portugal

Uma equipa de investigadores da Universidade de Coimbra (UC) vai liderar "o primeiro grande estudo" sobre os exames nacionais em Portugal, anunciou hoje aquela instituição.

(Arquivo)

(Arquivo)

LUSA

O grande objetivo é "confrontar o sistema português com as suas debilidades em função das experiências de outros países", afirma Jaime Carvalho e Silva, especialista em ensino de matemática na UC e coordenador do estudo.

 

"Queremos perceber que exames são feitos, quem os produz e como os produz, como são corrigidos e como é controlada a qualidade das provas", acrescenta o docente do Departamento de Matemática da Faculdade de Ciências e Tecnologia da UC.

 

"Vamos também avaliar, por exemplo, se os conteúdos são alinhados com os programas ou próprios do exame, o tipo de exame (escolha múltipla, resposta curta, desenvolvimento, escrito, oral, defesa de trabalhos, etc.), bem como o material autorizado" (tabelas, calculadoras, computadores, por exemplo), adianta.

 

A escolha reflete sistemas muito distintos, sustenta o docente de matemática, referindo que França é "um país com exames finais nacionais do secundário muito prestigiados e tradicionalmente exigentes".

 

Já na Coreia do Sul, "país asiático do topo dos rankings internacionais" ou em Singapura, "muito mencionado em discussões sobre a qualidade dos sistemas educativos", e nalguns outros países, como EUA, Canadá, Alemanha e Austrália, "nem sequer há exames nacionais (mas há exames na maioria dos Estados, embora não em todos)", afirma o especialista.

 

Em Portugal, os exames nacionais são "regularmente motivo de polémica", mas "não existe qualquer estudo sobre a matéria, nem relatórios técnicos que permitam avaliar a qualidade e a eficácia do sistema", refere, sublinhando a importância desta investigação.

 

Os exames em Portugal têm sido "um tema maldito e a discussão tem estado viciada, a grande maioria dos debates atuais é bastante superficial ou artificialmente politizada", frisa ainda o professor de matemática.

 

"Os exames são uma prova externa necessária", mas "o grande problema é que se pretende resolver as deficiências do sistema educativo português com recurso a provas nacionais", adverte Jaime Carvalho e Silva.

 

Designado "Comparação dos exames nacionais em Portugal com os de 12 outros países" (EUA, Canadá, Irlanda, Holanda, Alemanha, França, Espanha, Noruega, Coreia do Sul, Singapura, Brasil e Austrália), o estudo é financiado pela Fundação Francisco Manuel dos Santos.

 

Envolvendo uma equipa multidisciplinar da UC e vários professores do ensino básico e secundário, a investigação pretende também "um debate público, sem preconceitos, sobre os exames nacionais", refere a UC, acrescentando que "vão ser realizadas várias conferências, em Coimbra, abertas ao público".

 

A primeira conferência está agendada para quarta-feira, no Departamento de Matemática da UC, com a participação, designadamente, do presidente do Conselho Nacional de Educação, David Justino.


Lusa

  • Coutinho e Neymar salvam Brasil de empatar com a Costa Rica já na compensação

    Mundial 2018 / Brasil

    O Brasil venceu a Costa Rica por 2-0 numa partida a contar para a 2ª jornada do grupo E do Mundial da Rússia. Contas feitas, o Brasil sobe para o primeiro lugar do grupo, com 4 pontos, seguido da Sérvia com 3 pontos. A Suíça (1 ponto) e a Costa Rica (0 pontos) ocupam, assim, os últimos lugares da tabela.

  • Moutinho e Rafael Guerreiro de "baixa", Fonte disponível "para tocar bombo"
    1:52
  • Mulher morre após ser mandada para casa pelo Centro Hospitalar do Oeste
    2:23

    País

    Uma mulher morreu depois de ter tido alta no Centro Hospitalar do Oeste. Há fortes suspeitas que tenha sido vítima de um diagnóstico mal feito por uma empresa de telemedicina. O Bastonário da Ordem dos Médicos quer avaliar todos os contratos do Estado com serviços de telemedicina e impedir que as empresas e os hospitais fujam às responsabilidades. Até agora ninguém foi responsabilizado, a família apresentou várias queixas e Entidade Reguladora da Saúde abriu um inquérito.

  • Antigo campeão nacional de Ori-BTT, de 19 anos, morreu em colisão com carro
    1:42

    País

    Um ciclista de 19 anos morreu e o pai ficou gravemente ferido, numa colisão com uma viatura que fazia uma inversão de marcha, em Loulé, na quarta-feira. Quando o acidente aconteceu, o jovem estava a treinar para um campeonato na Hungria, onde ia participar dentro de poucos dias. Duarte Lourenço, que chegou a ser campeão nacional de Ori-BTT, pertencia ao escalão de Juniores, devido à sua idade, mas por vontade própria fazia escalão Sénior.