sicnot

Perfil

País

Funeral de Mariano Gago sai hoje da Basília da Estrela rumo a Olhão

O Presidente da República enviou uma mensagem de condolências à família de Mariano Gago. Cavaco Silva escreve que o país perdeu uma das personalidades mais marcantes da vida científica e cultural.  O corpo de Mariano Gago sai ao meio-dia da Basílica da Estrela, em Lisboa, rumo ao cemitério de Olhão onde se realiza esta tarde o funeral.

José Sena Goulão / Lusa

O funeral do ex-ministro da Ciência e do Ensino Superior Mariano Gago, realiza-se hoje, no cemitério de Pechão, Olhão, para onde seguirá às 12:00, depois das cerimónias na Basílica da Estrela, em Lisboa.

A informação foi prestada pelo gabinete de imprensa do Instituto Superior Técnico (IST).

José Rebelo Mariano Gago morreu na sexta-feira, em sua casa, em Lisboa, aos 66 anos, vítima de morte súbita, depois de quase dois anos de luta contra o cancro, disse à Lusa fonte próxima do cientista.

Mariano Gago foi ministro da Ciência e da Tecnologia de 1995 a 2002, dos XIII e XIV Governos Constitucionais, liderados por António Guterres, e ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, em novos governos do Partido Socialista - o XVII e o XVIII Governos Constitucionais, de 2005 a 2011 -, desta vez com José Sócrates como primeiro-ministro.

O físico de partículas, Mariano Gago foi a personalidade que mais tempo ocupou o cargo de ministro, após 1974, num total de 12 anos.

Licenciou-se, em 1971, em engenharia eletrotécnica, no Instituto Superior Técnico, onde foi professor catedrático. Doutorou-se em Física pela Faculdade de Ciências da Universidade de Paris, em 1976, foi presidente da Junta Nacional de Investigação Científica e Tecnológica, entre 1986 e 1989, e dirigiu o Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas, em Lisboa.

Durante a sua ação governativa, privilegiou protocolos com grandes instituições para programas de investigação avançada, nomeadamente com o Massachussets Institute Tecnology (MIT), Carnegie Mellon University (CMU) e a Universidade do Texas, em Austin.

Membro da Academia Europeia de Ciência (Academia Europaea), fundada em 1988, Mariano Gago foi agraciado com o título de Comendador da Ordem de Sant'Iago da Espada, em 1992. 

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, disse na sexta-feira que recebeu com profundo pesar a notícia do falecimento de Mariano Gago, que considerou um "académico ilustre" e um "homem que serviu o seu país" em altos cargos de governação.

O ministro da Educação e Ciência, Nuno Crato, destacou Mariano Gago como "uma personalidade brilhante, esfuziante", que "representa muito para a ciência em Portugal".

Para o presidente do Instituto Superior Técnico, Arlindo Oliveira, a morte de Mariano Gago deixa "um vazio muito grande na ciência", considerando o antigo ministro uma "pessoa muito inteligente que sempre deu o seu melhor para servir o país".

A Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) lamentou, com "profundo pesar", a morte de Mariano Gago, destacando o seu "inestimável contributo para a ciência, tecnologia e a cultura científica em Portugal".

O antigo primeiro-ministro António Guterres manifestou-se "profundamente chocado" com a morte de Mariano Gago, destacando a sua "coragem" na luta contra a ditadura, o cientista "internacionalmente reconhecido" e o seu "contributo excecional" para o desenvolvimento científico. 


Lusa
  • DJ Avicii morre aos 28 anos

    Cultura

    Tim Bergling, conhecido por Avicii e um dos mais famosos DJ's do mundo, morreu aos 28 anos. A notícia foi avançada pelo site TMZ, que adianta que o DJ e produtor sueco foi encontrado morto esta sexta-feira em Muscat, em Omã, e os detalhes da morte ainda não são conhecidos.

    SIC

  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • Porque erram os árbitros?
    2:03

    Desporto

    Num momento em que a polémica em redor da arbitragem está acesa e que nem o videoárbitro parece ter contribuído para a pacificar o futebol, em Leiria juntaram-se treinadores e homens do apito para se entender porque erram os árbitros.

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Mundo

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Viagem de balão para ver as cerejeiras em flor
    14:27
  • Niassa foi o 4.º lince-ibérico libertado a ser atropelado em Portugal
    1:33

    País

    Uma fêmea de lince-ibérico foi encontrada morta com sinais de atropelamento na A22, próximo de Olhão. A fêmea, criada em cativeiro, tinha sido libertada no Vale do Guadiana em fevereiro de 2017. É o quarto lince-ibérico, que tinha sido libertado na natureza, que morre atropelado em Portugal.

  • "Há uma aceitação do lince no território"
    3:33

    País

    Apesar de já se terem registado em Portugal quatro atropelamentos de linces libertados na natureza, em entrevista à SIC, Pedro Rocha, do Departamento do Alentejo do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), disse que o programa de reintrodução "tem corrido bastante bem", não só devido às condições do habitat e disponibilidade de alimento, mas também porque "há uma aceitação do lince no território". Desde 2015, foram libertados no Vale do Guadiana 33 linces e 16 já nasceram em estado selvagem.

  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • O "anjo" que quer ensinar raparigas a programar
    2:59