sicnot

Perfil

País

Docente suspensa por alegada relação amorosa com aluno admite processar escola

O advogado da professora de uma escola de Póvoa de Lanhoso que foi suspensa por alegado envolvimento amoroso com um aluno de 15 anos admitiu este domingo que a docente poderá "pedir responsabilidades" pelos prejuízos sofridos com este processo. 

o advogado João Magalhães disse que "não há fundamento nenhum" para a suspensão da professora, de 32 anos, e acrescentou que a forma como o processo está a ser tramitado "viola gravemente a lei". (Arquivo)

o advogado João Magalhães disse que "não há fundamento nenhum" para a suspensão da professora, de 32 anos, e acrescentou que a forma como o processo está a ser tramitado "viola gravemente a lei". (Arquivo)

AP

Em declarações à Lusa, o advogado João Magalhães disse que "não há fundamento nenhum" para a suspensão da professora, de 32 anos, e acrescentou que a forma como o processo está a ser tramitado "viola gravemente a lei".

"A concluir-se que o procedimento não foi processualmente correto, a diretora da escola irá, naturalmente, responder pelos atos que praticou e alguém terá de ser responsabilizado pelos danos gravíssimos que tudo isto acarreta para a imagem pessoal e profissional da professora", acrescentou.

Contactada pela Lusa, a diretora da escola, Luísa Sousa Dias, disse que se limitou a cumprir a lei, "para salvaguarda" tanto do aluno como da professora em questão.

"Tendo havido algum sururu, alguns indícios de que poderia haver relacionamento íntimo, optou-se, para salvaguarda tanto do aluno como da professora, que ela ficasse sem dar aulas até ao final do ano. É benéfico para todos, porque entretanto as coisas serenam", acrescentou.

Luísa Sousa Dias sublinhou que a professora está apenas provisoriamente suspensa, por um período de 90 dias, uma decisão sugerida pela escola, mas tomada pelo diretor regional de Educação.

"Agora, o caso está nas mãos da Inspeção-Geral da Educação", disse ainda.

Para o advogado da docente, "as coisas estão a ser feitas ao contrário".

"Houve um sururu e o que se faz? 'Prende-se' para investigar em vez de se investigar para 'prender'. É uma completa subversão", criticou João Magalhães.

O causídico admitiu que a professora poderá estar a ser vítima de "alguma ingenuidade", decorrente da sua "forma aberta de ser" e da sua propensão para "ajudar os alunos com mais dificuldades".

Segundo João Magalhães, a docente já admitiu que ajudava aquele aluno nas disciplinas em que ele tinha mais dificuldades e que chegou a ir buscá-lo a casa algumas vezes para lhe dar explicações na escola, além de ter mantido com ele alguns contactos telefónicos.

Ajuda que, acrescentou, disponibilizava igualmente a outros alunos.

"Às vezes, nestas idades, os adolescentes confundem as coisas. Onde há apenas preocupação da professora em ajudar os alunos veem outros interesses. Aliás, quem é que já não teve uma paixoneta por uma professora?", questionou João Magalhães, para reiterar que a docente está "inocente".

Criticou o facto de este caso, face ao seu "melindre", não ter sido mantido em segredo até ao final do processo disciplinar, insinuando que parece ter havido uma "ação ostensiva" para se fazer o julgamento da professora na praça pública.

A diretora da escola garantiu que sempre quis tratar o assunto com "toda a serenidade e discrição", para defender tanto o aluno como a professora, confessando-se "surpreendida" por o assunto ter chegado à comunicação social.

A professora em causa é solteira e, segundo testemunho de colegas, prima por manter com os alunos uma "relação aberta".

"Veste de uma forma muito informal, à teenager, quase que se confunde com as alunas. Gosta de ir jantar com as turmas, mantém uma relação muito, muito aberta com os alunos", acrescentam os colegas.

A professora, que leciona Físico-Química, está suspensa desde 7 de abril.

Desde então, os alunos estão sem aulas àquela disciplina, mas na segunda-feira já se apresentará na escola o professor substituto.
  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta na terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • "Avançámos em primeiro lugar com incentivos às empresas"
    18:07

    Economia

    O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para falar do que pode ser feito depois da tragédia dos incêndios que assolou o país na última semana. O governante diz que já avançou com incentivos às empresas afetadas e que neste momento o mais importante é preservar a segurança das pessoas.

    Entrevista SIC Notícias

  • Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado debates com as bases do PSD
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado a realização de debates com as bases do partido. Fernando Negrão, responsável pela candidatura de Santana Lopes à presidência do PSD, já tinha advertido em comunicado que a posição de Rui Rio poderia também inviabilizar quaisquer outros frente a frente, incluindo os organizados pela comunicação social. Santana Lopes está na Guarda, no primeiro jantar com apoiantes desde que anunciou a candidatura.

  • Gémeas correm risco de vida se não saírem de Gaza

    Mundo

    Duas irmãs gémeas siamesas correm risco de vida enquanto permanecerem em Gaza. Quem diz é o médico Alam Abu Hamba, do Hospital de Shifra, que garante que "situação complicada" das meninas não pode ser tratada por médicos no território costeiro, atulamente bloqueado pelo Egito e por Israel. Abu Hamba espera que o casal de gémeas possa ser transferido para fora da separação.

  • Encontrado corpo de menina posta de castigo na rua pelo pai

    Mundo

    Sherin Mathews estava desaparecida desde o dia 7 de outubro. Este domingo a polícia do estado norte-americano do Texas encontrou o corpo de uma criança que acreditam ser a menina de três anos, desaparecida depois de o pai a colocar de castigo na rua, durante a madrugada.

    SIC