sicnot

Perfil

País

Assunção Esteves critica "passividade" das lideranças depois de naufrágio

A presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, criticou hoje a "passividade" e a "falta de atenção" das lideranças políticas perante a crise da imigração, depois do naufrágio, no sábado, de uma traineira com 700 pessoas a bordo. 

LUSA

Cerca de 700 imigrantes estão desaparecidos no Mediterrâneo, depois de a traineira onde viajavam com destino a Itália ter naufragado a 60 milhas da costa da Líbia no sábado à noite. O mais recente balanço oficial dava conta de 24 mortos e de 28 sobreviventes. 

"O naufrágio agiganta cada vez mais aos nossos olhos a tragédia quotidiana de muitos milhares, os que se atrevem e os que ficam, os filhos da má sorte, os que as lideranças pela sua passividade tomam afinal como uma massa desumanizada sem merecimento de atenção", criticou hoje Assunção Esteves.

A presidente da Assembleia da República regia assim, numa curta nota, ao naufrágio de sábado que provocou pelo menos 24 mortos e que motivou, depois de pedidos de vários líderes políticos (de Itália, principalmente) o agendamento de uma reunião de urgência com os ministros do Interior e dos Negócios Estrangeiros da União Europeia.

 Só no ano passado, vários milhares de pessoas morreram a tentar chegar à Europa através do Mediterrâneo, naquela que as Nações Unidas descreveram como uma das rotas mais perigosas do mundo. 

Cerca de 170.000 pessoas chegaram a Itália em 2014 depois de resgatadas pela marinha, guarda costeira ou navios mercantes. 


Lusa

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.