sicnot

Perfil

País

Portugal e Marrocos reúnem-se hoje em cimeira bilateral

Portugal e Marrocos vão reunir-se hoje em Lisboa na XII cimeira Luso-Marroquina, depois de um interregno de cinco anos.  

© Eric Vidal / Reuters

As delegações dos dois países têm prevista uma reunião plenária de cerca de uma hora, que será antecedida por um encontro entre os chefes de governo de Portugal, Pedro Passos Coelho, e de Marrocos, Abdelillah Benkirane.

A cimeira bilateral, que pela primeira vez será realizada na capital portuguesa, terminará com uma cerimónia de assinatura de acordos de cooperação, com o relacionamento económico a ocupar lugar central. 

Marrocos é o 4.º maior destino das exportações portuguesas para fora da Europa (depois de Angola, Estados Unidos e Brasil). Em 2014 as exportações de Portugal para Marrocos atingiram os 600 milhões de euros.

Os dois países pretendem criar um Observatório do Investimento para ajudar as empresas que queiram fazer parcerias e abrir mercados.

Para além do relacionamento económico, as questões de vizinhança na bacia do Mediterrâneo, nomeadamente o problema da imigração ilegal, são também fulcrais no relacionamento bilateral, com Portugal a partilhar atualmente com Marrocos a presidência do "Diálogo 5+5", estrutura que associa cinco países do sul da Europa (Portugal, Espanha, França, Itália e Malta) com os seus vizinhos do norte de África (Marrocos, Argélia, Tunísia, Líbia e Mauritânia).


Lusa
  • Pelo menos seis mortos em descarrilamento nos EUA

    Mundo

    Pelo menos seis pessoas morreram na sequência do descarrilamento de um comboio de passageiros, ocorrido esta segunda-feira perto da cidade norte-americana de Seattle, estado de Washington, referiu um responsável norte-americano citado pela agência noticiosa norte-americana Associated Press.

  • Comissão de trabalhadores da Autoeuropa vai entregar contraproposta
    1:39

    Economia

    A Autoeuropa vai parar entre o Natal e o Ano Novo por falta de peças para a produção. O anúncio foi feito esta segunda-feira, no dia em que foram retomadas as negociações sobre os novos horários de trabalho na fábrica de Palmela. Ainda não está nada decidido, mas a Comissão de Trabalhadores vai preparar uma contraproposta para entregar à administração que, na semana passada, impôs de forma unilateral o trabalho ao sábado.