sicnot

Perfil

País

Assembleia Municipal de Lisboa sugere nome de Mariano Gago para Pavilhão do Conhecimento

A Assembleia Municipal de Lisboa aprovou hoje, por unanimidade, dois votos de pesar pela morte do antigo ministro da Ciência Mariano Gago, um dos quais sugere a atribuição do seu nome ao Pavilhão do Conhecimento Ciência Viva.

No voto de pesar da autoria do deputado municipal do Parque das Nações por Nós (PNPN), José Moreno (também presidente da Junta do Parque das Nações), recorda-se o "cientista e investigador português de referência" e refere-se que a sua memória "ficará para sempre associada ao Parque das Nações através do Pavilhão do Conhecimento e da criação do programa Ciência Viva, em 1996, que promoveu uma real democratização do acesso ao conhecimento científico".

Do voto de pesar faz também parte "a proposta de atribuição do nome de José Mariano Gago ao atual Pavilhão do Conhecimento Ciência Viva, que deverá ser dirigida ao primeiro-ministro e ao ministro da Educação e Ciência".

José Rebelo Mariano Gago, que morreu na sexta-feira, em sua casa, em Lisboa, aos 66 anos, foi ministro da Ciência e da Tecnologia de 1995 a 2002, nos XIII e XIV Governos Constitucionais, liderados por António Guterres, e ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior em novos Governos do Partido Socialista - o XVII e o XVIII Governos Constitucionais, de 2005 a 2011 -, desta vez com José Sócrates como primeiro-ministro.

O outro voto de pesar, da autoria da presidente da mesa, Helena Roseta (independente eleita na lista do PS), recorda o "cientista, democrata e grande português".

No documento recorda-se que Mariano Gago, "um dos responsáveis pela criação da Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica, gestora da inovadora rede dos centros Ciência Viva, tinha uma visão para Portugal em que a Ciência devia desempenhar um papel impulsionador".

Neste voto ficou aprovado "recomendar à Câmara Municipal que perpetue a sua memória [de Mariano Gago] na toponímia da cidade".

Hoje, a Assembleia Municipal de Lisboa aprovou outros dois votos de pesar, um pela morte da escritora, investigadora e defensora dos direitos das mulheres Ana Vicente, que morreu no domingo, no Estoril (Cascais), aos 72 anos.

No voto de pesar, da autoria de Helena Roseta, recorda-se a "grande defensora dos direitos das mulheres".

O outro voto de pesar, este da autoria do grupo municipal do Bloco de Esquerda, refere-se ao recente naufrágio no Mediterrâneo.

O grupo municipal lembra que "em menos de uma semana, entre 12 e 18 de abril, perderam a vida mais de mil pessoas que procuravam chegar à Europa" e que "cada dia são resgatadas entre 500 e mil pessoas, entre elas crianças, mulheres e jovens".

Depois da aprovação dos quatro votos de pesar, os deputados fizeram um minuto de silêncio.

As mortes em naufrágios no Mediterrâneo deram ainda origem a uma moção, da autoria de Helena Roseta, que foi também aprovada por unanimidade.

Com este documento, a assembleia deliberou, além de "expressar o seu pesar pelas vítimas" e "apelar a uma crescida e acelerada solidariedade para os sobreviventes e famílias das vítimas", exigir que o Governo português "siga à risca os princípios fundamentais da Constituição" em matéria de relações internacionais.

Lusa
  • Assalto à base militar de Tancos
    0:42

    País

    Várias granadas e munições foram roubadas dos paióis da base militar de Tancos. A Polícia Judiciária Militar já está a investigar.

  • Detido antigo diretor regional do BES na Madeira

    Queda do BES

    Foi detido o antigo diretor do Banco Espírito Santo da Madeira, no âmbito do chamado processo ao Universo GES. João Alexandre Silva tinha sido também o representante do BES na Venezuela, onde a instituição portuguesa abriu várias agências em diversas cidades e tinha cerca de 7600 clientes domiciliados.

    Notícia SIC

  • Couves, arroz integral e bróculos biológicos com pesticidas sintéticos
    2:29
  • ASAE apreende leite com água oxigenada para fabrico de queijo

    Economia

    A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu leite com água oxigenada, destinado ao fabrico de queijo. As investigações decorreram nos últimos dois meses e foram dirigidas a vários produtores de leite. As investigações iniciaram-se com a deteção de uma viatura para transporte do leite sem qualquer sistema de refrigeração.

  • Crise na Venezuela faz aumentar casos de desnutrição infantil
    2:13
  • Mulher mata namorado em brincadeira com arma no Youtube

    Mundo

    Uma mulher do Minnesota, nos EUA, está a ser acusada de disparar mortalmente sobre o namorado quando ambos faziam um vídeo para publicar no Youtube. Monaliza Perez, de 20 anos, foi detida depois de disparar sobre Pedro Ruiz, que segurava um livro junto ao seu peito, confiante que seria o suficiente para parar a bala.

  • Comissão Europeia adota plano contra resistência a antibióticos

    Mundo

    A Comissão Europeia adotou, hoje, um plano para combater a resistência aos antibióticos, uma ameaça que mata anualmente 25 mil pessoas na União Europeia (UE) e custa 1,5 mil milhões de euros. Em paralelo ao plano, apresenta ainda regras para um "uso prudente de antibióticos".