sicnot

Perfil

País

Miguel Albuquerque quer "estreitar" laços com os Açores

O presidente da Comissão Politica Regional do PSD-Madeira, Miguel Albuquerque, disse hoje que a Região quer "estreitar" os seus laços com a Região Autónoma dos Açores por "questões estruturais, históricas e de interesse comum". 

"Quero dizer que não guardo ressentimentos das nossas disputas recentes. Não guardo, meu caro presidente, porque não confundo questões de natureza pessoal com as de natureza política." - Miguel Albuquerque, líder do PSD/Madeira, dirigindo-se a Alberto João Jardim

"Quero dizer que não guardo ressentimentos das nossas disputas recentes. Não guardo, meu caro presidente, porque não confundo questões de natureza pessoal com as de natureza política." - Miguel Albuquerque, líder do PSD/Madeira, dirigindo-se a Alberto João Jardim

Lusa

Miguel Albuquerque fez esta observação no final de um encontro com o seu homólogo açoriano, Duarte Freitas, realizado na sede do PSD-Madeira, tendo este sido o primeiro encontro institucional a nível partidário do novo líder dos sociais-democratas madeirenses.

"A nível institucional é evidente que nós temos que fazer uma aproximação aos Açores por questões estruturais, históricas e de interesses que são comuns e que são prioritários salvaguardar", defendeu.

O presidente do PSD-Madeira equacionou como matérias a desenvolver conjuntamente com os Açores o estatuto de ultraperiferia no âmbito da União Europeia, realçando que estas ilhas (Madeira, Açores, Canárias e os Departamentos Ultramarinos franceses), apesar de serem mais periféricas, dão, contudo, "uma mais-valia fundamental à União Europeia em termos da vertente Atlântica".

"As nossas ilhas têm um grande potencial e precisam tirar vantagens desta realidade", disse.

Para Miguel Albuquerque, "é também importante que a União Europeia olhe para as suas regiões ultraperiféricas como regiões com especificidades próprias, que precisam de apoios muito específicos e que não podem ser tratadas, do ponto de vista económico e político com regiões continentais centrais".

O novo presidente do Governo da Madeira quer ainda desenvolver outras medidas ao nível do mar, da universidade, da economia, do comércio e do turismo.

Revelou ainda que vai tentar que a SATA volte a operar para a Madeira: "Vou tentar, novamente, que a SATA volte a prestar serviços também, aqui, na Região e com a Região".

Miguel Albuquerque manifestou a solidariedade do PSD-Madeira ao líder do PSD Açores, Duarte Freitas, nomeadamente no processo de renovação que está a levar a cabo no partido.

"O Dr. Duarte Freitas, enquanto líder do PSD, está a iniciar um processo de renovação do partido nos Açores, com o rejuvenescimento dos seus quadros, de abertura à sociedade, como nós fizemos, aqui, na Madeira, e que penso que será muito importante num novo quadro politico nos Açores", vaticinou. 

O líder do PSD Açores realçou, por seu lado, a vitória de Miguel Albuquerque e a sua estratégia de renovação do partido que disse querer "levar para os Açores". 

"Dar uma nota partidária daquilo que representa este sucesso de Miguel Albuquerque no sentido de uma renovação que, eu, próprio, tenho imprimido nos Açores", frisou.

"Esta renovação, aqui, na Madeira, já teve efeitos positivos para o PSD e vai ter certamente para os madeirenses e é também um pouco essa confirmação da validade desta renovação que eu quero sublinhar e levar para os Açores no projeto que estamos a apresentar aos açorianos com um PSD renovado", acrescentou.

Instado se as duas regiões deveriam apresentar, caso o processo seja aberto, um projeto de revisão constitucional conjunto, Duarte Freitas respondeu: "Neste momento estamos, apenas, a analisar aquilo que são as matérias de interesse comum, se virmos que essa é a melhor solução para as duas regiões, saberemos identificar e defender aquilo que é do interesse das duas regiões".

Duarte Freitas encontra-se na Madeira onde, na segunda-feira, esteve presente na tomada de posse do XII Governo Regional, agora presidido por Miguel Albuquerque.

Lusa

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Mais cinco ilhas dos Açores sob aviso vermelho

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou esta quarta-feira para vermelho o aviso para as cinco ilhas do grupo central dos Açores, onde no Faial o vento atingiu os 150 quilómetros por hora.

  • Votações sobre o mapa judiciário geram tensão no Parlamento
    2:01

    País

    O momento das votações no Parlamento ficou marcado por alguma tensão. Depois de aprovadas, em comissão, as alterações ao mapa judiciário, o PSD opôs-se a que o diploma fosse votado em plenário, uma vez que não fazia parte da versão inicial do guião de votações. A esquerda acusou os sociais-democratas de terem motivações estritamente políticas e não regimentais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.