sicnot

Perfil

País

Rui Machete reúne-se hoje com chefe da diplomacia dos EUA

O ministro dos Negócios Estrangeiros português, Rui Machete, reúne-se hoje em Washington com o seu homólogo dos Estados Unidos, John Kerry, sobre questões internacionais e bilaterais, incluindo a base das Lajes. 

Evan Vucci

"Rui Machete e John Kerry terão oportunidade de abordar vários temas da agenda internacional, como o combate ao terrorismo, a crise na Ucrânia, a situação no Médio Oriente ou a Segurança Marítima, bem como o relacionamento bilateral entre Portugal e os Estados Unidos da América, incluindo a questão da presença norte-americana na Base das Lajes", refere um comunicado divulgado na segunda-feira pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros. 


Segundo fonte do gabinete de Rui Machete, o ministro vai também encontrar-se na capital norte-americana com membros do grupo que defende os interesses de Portugal na Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, com o presidente da comissão de Forças Armadas do Senado, o republicano John McCain; com o presidente da subcomissão parlamentar para a Europa da comissão de Negócios Estrangeiros do Senado, o republicano Ron Johnson e com o senador democrata do Massachusetts Edward Markey.


O pano de fundo da reunião de Rui Machete com John Kerry é a tomada de posição do governo português manifestada na quarta-feira com a chamada ao Ministério dos Negócios Estrangeiros do embaixador dos Estados Unidos em Lisboa para falar sobre a intenção norte-americana de dar início ao processo de redução de postos de trabalho na base açoriana das Lajes. 


Segundo o ministério, na reunião com o embaixador norte-americano foi transmitida a posição do Governo português de que o processo iniciado com a notificação, que foi precedida de um inquérito geral a todos os trabalhadores sobre um eventual interesse na cessação de contratos por mútuo acordo, "não deverá prosseguir em termos efetivos até à reunião extraordinária da Comissão Bilateral Permanente que se realizará em Washington".


"Foi igualmente reiterado que ambas as partes deverão assegurar um cumprimento estrito dos compromissos assumidos na Comissão Bilateral Permanente que teve lugar a 11 de fevereiro, em Lisboa", reforçou a nota informativa. 


A convocação de Robert Sherman ocorreu dois dias depois de os trabalhadores portugueses da base das Lajes, na ilha Terceira (Açores), terem sido oficialmente notificados da intenção dos Estados Unidos de reduzir o efetivo militar e civil naquela infraestrutura.  


Na reunião da Comissão Bilateral Permanente entre Portugal e os Estados Unidos de 11 de fevereiro, foi decidido que seria realizada uma reunião extraordinária entre maio e junho, em Washington, para tratar exclusivamente da redução na base das Lajes, com ênfase para as questões laborais.


A 08 de janeiro deste ano, o então secretário da Defesa dos Estados Unidos, Chuck Hagel, anunciou a redução de 500 efetivos da base aérea portuguesa nas Lajes.


No mesmo dia, o embaixador norte-americano em Lisboa explicou que o objetivo é reduzir gradualmente os trabalhadores portugueses de 900 para 400 pessoas ao longo deste ano e os civis e militares norte-americanos passarão de 650 para 165.


Lusa
  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Greve na Função Pública vai afetar escolas, saúde e cultura

    País

    A greve nacional convocada para sexta-feira pela Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública (FNSTFPS) deverá afetar as escolas, a área da saúde e ainda da cultura, entre outros serviços, afirmou esta quarta-feira a dirigente sindical, Ana Avoila.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.