sicnot

Perfil

País

Assunção Cristas quer que próximo governo seja "amigo dos agricultores"

A ministra da Agricultura e Mar Assunção Cristas afirmou hoje que fará tudo para que o próximo governo seja "amigo dos agricultores", sublinhando que governos anteriores, nomeadamente o PS, deixaram "uma marca muito má no setor".

OCT\303\201VIO PASSOS

Em declarações à Lusa, à margem do 7.º Congresso da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), Assunção Cristas disse-se empenhada em trabalhar para o crescimento económico sustentável da agricultura, que considerou ser "imparável" desde que o governo seguinte continue "com aquilo que está em cima da mesa, nomeadamente em matéria de reforma da PAC [Política Agrícola Comum]".

"Tudo farei para que o próximo governo continue a ter esta ambição, a ter um ministério amigo dos agricultores, que trabalhe em conjunto com os agricultores para o setor, e não um ministério que só crie entraves, dificuldades e que deixou uma marca negativa muito grande de quem não amava o setor e não acreditava que fosse um setor de futuro", disse a ministra numa alusão ao anterior governo socialista.

Assunção Cristas sublinhou que governos anteriores, "nomeadamente o Partido Socialista deixaram uma marca muito má no setor" e "tinham uma postura agressiva com os agricultores".

A ministra confessou não ter lido detalhadamente o cenário macroeconómico do PS, mas lembrou "o constrangimento herdado do passado" que "não se desfez numa legislatura".

Lusa
  • CGD terá de reconhecer imparidades e prepara saída de 2 mil funcionários
    2:45

    Caso CGD

    O novo plano estratégico da Caixa está pronto e foi entregue há duas semanas ao Ministério das Finanças. A SIC sabe que está a ser preparada a saída de 2 mil trabalhadores e que o banco terá de reconhecer imparidades. O Expresso diz que a CGD vai fechar o ano com prejuízos que podem chegar aos 3 mil milhões de euros.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.