sicnot

Perfil

País

Homem que matou patrão em Alcoutim fica em prisão preventiva

O Tribunal de Tavira decretou hoje prisão preventiva para o homem suspeito de matar o patrão a tiro de caçadeira numa reserva de caça em Alcoutiml. 

O crime, que ocorreu na quarta-feira, foi cometido numa propriedade de caça da vítima, com cerca de 50 anos, no sítio do Pereiro, num local isolado do concelho de Alcoutim, onde o suspeito exercia as funções de guarda.

Segundo disse à Lusa fonte policial, o suspeito, também com cerca de 50 anos, terá agido de forma premeditada e usado um zagalote, munição proibida que habitualmente é usada para abater animais.

Depois de disparar sobre o patrão, o homem fugiu e refugiou-se em casa, local onde foi detido pouco depois por militares da GNR.

A vítima mortal era um empresário do setor florestal, com negócios na área da agricultura, cinegética e pecuária, para quem o alegado homicida trabalhava há vários anos.

O homem, que foi ouvido durante toda a tarde no tribunal de Tavira, vai recolher ao Estabelecimento Prisional de Olhão.

Lusa

  • Empresário morto a tiro em Alcoutim
    1:20

    País

    Um empresário florestal foi ontem morto a tiro de caçadeira por um funcionário dentro da propriedade em Alcoutim. O homicida confesso era guarda da coutada e foi detido pouco depois pela GNR.

  • E vão quatro de Ronaldo
    1:58
  • "Ronaldos nascem na Rússia como cogumelos"
    1:49
  • Lançamento de balões no São João do Porto em risco

    País

    Lançar balões nas festas do São João do Porto pode não ser possível este ano, tudo irá depender das condições atmosféricas. A Secretaria de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural admitiu, esta quarta-feira, que está a acompanhar a situação mas que ainda nada está decidido.