sicnot

Perfil

País

Homem que matou patrão em Alcoutim fica em prisão preventiva

O Tribunal de Tavira decretou hoje prisão preventiva para o homem suspeito de matar o patrão a tiro de caçadeira numa reserva de caça em Alcoutiml. 

O crime, que ocorreu na quarta-feira, foi cometido numa propriedade de caça da vítima, com cerca de 50 anos, no sítio do Pereiro, num local isolado do concelho de Alcoutim, onde o suspeito exercia as funções de guarda.

Segundo disse à Lusa fonte policial, o suspeito, também com cerca de 50 anos, terá agido de forma premeditada e usado um zagalote, munição proibida que habitualmente é usada para abater animais.

Depois de disparar sobre o patrão, o homem fugiu e refugiou-se em casa, local onde foi detido pouco depois por militares da GNR.

A vítima mortal era um empresário do setor florestal, com negócios na área da agricultura, cinegética e pecuária, para quem o alegado homicida trabalhava há vários anos.

O homem, que foi ouvido durante toda a tarde no tribunal de Tavira, vai recolher ao Estabelecimento Prisional de Olhão.

Lusa

  • Empresário morto a tiro em Alcoutim
    1:20

    País

    Um empresário florestal foi ontem morto a tiro de caçadeira por um funcionário dentro da propriedade em Alcoutim. O homicida confesso era guarda da coutada e foi detido pouco depois pela GNR.

  • Montenegro nunca será candidato contra Passos
    0:50
  • Dijsselbloem não comenta hipótese de ser substituído por Mário Centeno
    2:41

    Mundo

    Jeroen Dijsselbloem diz que cabe ao Governo português avançar com o nome de Mário Centeno para a presidência do Eurogrupo, mas não comenta a sondagem que foi feita ao ministro das Finanças português. Ouvido esta quinta-feira no Parlamento Europeu, o Presidente do Eurogrupo esteve no centro das críticas e reafirmou que não se demite.