sicnot

Perfil

País

Homem que matou patrão em Alcoutim fica em prisão preventiva

O Tribunal de Tavira decretou hoje prisão preventiva para o homem suspeito de matar o patrão a tiro de caçadeira numa reserva de caça em Alcoutiml. 

O crime, que ocorreu na quarta-feira, foi cometido numa propriedade de caça da vítima, com cerca de 50 anos, no sítio do Pereiro, num local isolado do concelho de Alcoutim, onde o suspeito exercia as funções de guarda.

Segundo disse à Lusa fonte policial, o suspeito, também com cerca de 50 anos, terá agido de forma premeditada e usado um zagalote, munição proibida que habitualmente é usada para abater animais.

Depois de disparar sobre o patrão, o homem fugiu e refugiou-se em casa, local onde foi detido pouco depois por militares da GNR.

A vítima mortal era um empresário do setor florestal, com negócios na área da agricultura, cinegética e pecuária, para quem o alegado homicida trabalhava há vários anos.

O homem, que foi ouvido durante toda a tarde no tribunal de Tavira, vai recolher ao Estabelecimento Prisional de Olhão.

Lusa

  • Empresário morto a tiro em Alcoutim
    1:20

    País

    Um empresário florestal foi ontem morto a tiro de caçadeira por um funcionário dentro da propriedade em Alcoutim. O homicida confesso era guarda da coutada e foi detido pouco depois pela GNR.

  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC