sicnot

Perfil

País

Vitorino e Santana deixam fortes críticas às restrições na cobertura mediática eleitoral

Vitorino e Santana deixam fortes críticas às restrições na cobertura mediática eleitoral

António Vitorino e Pedro Santana Lopes criticaram o projeto lei que quer impor restrições à cobertura mediática da campanha para as próxias Legislativas. António Vitorino diz que é "impensável" condicionar a liberdade da comunicação social. Santana Lopes concorda e considera a proposta um erro político.

  • PSD, CDS e PS querem impor restrições à cobertura jornalística das eleições
    1:20

    País

    Os três maiores partidos já chegaram a acordo sobre as novas regras para a cobertura das eleições. As propostas do PSD, CDS e PS impõem restrições à cobertura mediática. A ser aprovado este projeto, os órgãos de comunicação social teriam que submeter um "plano de cobertura jornalística do período eleitoral" à Comissão Nacional de Eleições e à Entidade Reguladora da Comunicação Social, sob pena de serem multados. Uma iniciativa inédita em democracia, como sublinha o diretor do Expresso, Ricardo Costa.