sicnot

Perfil

País

CP prevê circulação normal no feriado de 25 de Abril apesar de pré-aviso de greve

A CP - Comboios de Portugal prevê que a circulação ferroviária decorra com normalidade no sábado, feriado do 25 de Abril, apesar de continuar em vigor o pré-aviso de greve ao trabalho extraordinário.

O pré-aviso de greve às horas extraordinárias, feriados e trabalho em dias de descanso semanal, que tem vindo a ser sucessivamente renovado pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Setor Ferroviário, não deverá causar desta vez supressão de comboios. (Arquivo)

O pré-aviso de greve às horas extraordinárias, feriados e trabalho em dias de descanso semanal, que tem vindo a ser sucessivamente renovado pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Setor Ferroviário, não deverá causar desta vez supressão de comboios. (Arquivo)

Armando Franca / AP

Fonte da empresa disse à agência Lusa que "não se prevê quaisquer perturbações" na circulação ferroviária no feriado de sábado.

O pré-aviso de greve às horas extraordinárias, feriados e trabalho em dias de descanso semanal, que tem vindo a ser sucessivamente renovado pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Setor Ferroviário, não deverá causar desta vez supressão de comboios.

José Manuel Oliveira, coordenador da Fectrans, que integra o sindicato dos ferroviários, também admitiu que "neste feriado, não se deverão registar efeitos do pré-aviso de greve".
Lusa
  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC