sicnot

Perfil

País

Cruz Vermelha Portuguesa inicia hoje campanha de recolha de alimentos

A Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) inicia hoje uma campanha nacional de três dias de recolha de alimentos e bens essenciais que têm como destino as famílias carenciadas apoiadas pela organização em todo o país.

Durante os três dias, voluntários da CVP vão estar em mais de 200 lojas Continente em Portugal Continental e nas ilhas da Madeira e dos Açores a recolher os alimentos, adianta a organização em comunicado.

Os portugueses podem contribuir com papas e produtos para bebés, leite e leite em pó, enlatados diversos, farinha, azeite, cereais, arroz, massa, açúcar, entre outros bens essenciais não perecíveis.

Os bens doados serão posteriormente distribuídos por famílias carenciadas identificadas pelas cerca de 100 delegações da Cruz Vermelha Portuguesa de acordo com "as necessidades mais urgentes de cada região, a nível nacional, com o objetivo de ajudar muitas famílias portuguesas que procuram apoio junto da instituição", adianta a CVP.

Em Portugal, 2,6 milhões de pessoas vivem em risco de pobreza, sendo que destes mais de 640 mil serão crianças e jovens.


Lusa

  • Negócios do fogo
    22:00
  • "Não podemos gastar o dinheiro e depois os filhos e os netos é que pagam"
    2:05

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, o reembolso antecipado ao FMI. O comentador da SIC defendeu que seria mais vantajoso se Portugal reembolsasse mais depressa, antes da subida das taxas de juro. Miguel Sousa Tavares considerou ainda que o reembolso da dívida é uma boa notícia, pois seria "desleal" deixar a dívida para "os filhos e os netos" pagarem.

    Miguel Sousa Tavares

  • Os efeitos da tempestade Ana em Portugal
    1:43
  • Porque têm as tempestades nomes?
    0:49

    País

    As tempestades passaram a ter um nome, partilhado pelos serviços de meteorologia de Portugal, França e Espanha. Nuno Moreira, chefe de divisão de previsão meteorológica do IPMA, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias para explicar que este método é também uma forma de sinalizar a dimensão das tempestades.

  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59

    Mundo

    A tempestade Ana não causou apenas estragos em Portugal, mas também na Galiza, com a queda de árvores e cheias nas zonas ribeirinhas. No norte da Europa, as baixas temperaturas provocaram fortes nevões e paralisaram a Grã-Bretanha, com voos cancelados, escolas fechadas e estradas cortadas.

  • "Meninas proibidas de usar saias curtas e roupa transparente" para evitar abusos em Timor
    0:50
  • "De repente ele estava em cima de mim a beijar-me e a apalpar-me"
    2:43