sicnot

Perfil

País

Detidos 15 traficantes e 2000 doses de cocaína apreendidas no Porto

A PSP do Porto deteve 15 pessoas por tráfico de droga e apreendeu cocaína suficiente para 2.020 doses individuais e ainda cerca de 43.000 euros em dinheiro.

© Damir Sagolj / Reuters

Em comunicado, a PSP do Comando Metropolitano do Porto avança que a Divisão de Investigação Criminal desencadeou uma ação policial de combate ao tráfico de droga que incluiu 23 buscas domiciliárias nas áreas do Porto, Matosinhos e Gondomar.

A operação visou um conjunto de pessoas que, de forma organizada, se dedicavam ao tráfico de estupefacientes na zona do grande Porto.

Na operação foi ainda apreendido 3,2Kg de haxixe, 1,2 kg de estupefacientes químicos, uma estufa de cultura de canábis, além de outros artigos relacionados com a referida prática ilícita.



Lusa

  • Fogo na baixa do Porto provoca quatro feridos, dois em estado grave
    1:38

    New Articles

    Um incêndio em três habitações na baixa do Porto, que deflagrou esta noite, provocou quatro feridos, dois em estado grave. O fogo que foi extinto pelos Bombeiros Sapadores do Porto causou cinco desalojados, dos quais quatro foram acolhidos por familiares e um realojado pela junta de freguesia. Desconhece-se a origem das chamas que destruíram três casas.

  • O primeiro dia de Donald Trump na Casa Branca
    3:05
  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.