sicnot

Perfil

País

Joaquim Barroca pode vir a ficar em prisão domiciliária

Joaquim Barroca pode vir a ficar em prisão domiciliária

O administrador do Grupo Lena, Joaquim Barroca, ficou em prisão preventiva, no âmbito da Operação Marquês. Uma medida de coação que pode ser substituída por prisão domiciliária. A decisão do juiz Carlos Alexandre foi anunciada esta sexta-feira e acompanhada pela repórter Sara Antunes de Oliveira.

  • Oceanário de Lisboa dá formação sobre impacto da acumulação de plásticos nos oceanos
    2:37