sicnot

Perfil

País

Em perigo de vida os 8 reclusos de Castelo Branco que terão tomado substância psicotrópica.

Em perigo de vida os 8 reclusos de Castelo Branco que terão tomado substância psicotrópica.

Oito reclusos da cadeia de Castelo Branco estão internados no hospital entre a vida e a morte. O estado destes presos é crítico, segundo os médicos. Os homens começaram a sentir-se mal ao inicio da tarde, depois de supostamente terem tomado uma droga, introduzida na cadeia de forma ilegal.

  • Oito reclusos de cadeia de Castelo Branco hospitalizados em estado grave
    2:38

    País

    Os 8 reclusos foram encontrados inconscientes em dois momentos e em duas celas diferentes, numa cadeia de Castelo Branco. Ao que a SIC já conseguiu apurar em paragem cardio-respiratória e o estado de saúde ainda inspira cuidados. As autoridades estão agora a tentar perceber como é que este tipo de substância que não existe nas enfermarias das prisões entrou na cadeia de Castelo Branco. A resposta pode estar no fim da greve dos guardas prisionais como nos explica a repórter da SIC Madalena Ferreira.

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Football Leaks

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Football Leaks

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.