sicnot

Perfil

País

Governo propõe planos de igualdade para acabar com diferenças salariais entre género

O  Governo vai propor hoje em concertação social que as empresas adotem planos de igualdade para acabar com a discriminação entre homens e mulheres no mercado de trabalho, nomeadamente corringindo as diferenças salariais.

© Vincent Kessler / Reuters

Esta é uma das recomendações apresentadas num documento de suporte à discussão do tema da igualdade entre mulheres e homens no mercado de trabalho, que integra a ordem de trabalhos da reunião de concertação social, convocada para hoje, a pedido do Gabinete do ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social.

De acordo com o documento enviado aos parceiros sociais, as empresas podem candidatar-se ao financiamento, com fundos europeus, de projetos que tenham como objetivo a eliminação de desigualdades salariais.

As recomendações do Governo são apresentadas na sequência de um relatório do ano passado que referia um diferencial salarial médio entre homens e mulheres de 18%, em desfavor das mulheres.

A Comissão Permanente de Concertação Social vai ainda discutir as alterações ao Fundo de Compensação do Trabalho e Fundo de Garantia de Compensação do Trabalho.

Esta será a última reunião plenária desta comissão presidida por Silva Peneda, que deixa o cargo quinta-feira, para assumir funções na Comissão Europeia.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".