sicnot

Perfil

País

Sismo registado no Faial de manhã teve 16 réplicas ao longo do dia

Ao longo do dia de hoje houve 16 réplicas do sismo de magnitude 4,6 registado a oeste/noroeste do Faial às 06:29 (07:29 em Lisboa), segundo o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores.

O epicentro deste sismo foi localizado a cerca de 45 km a Oeste-Noroeste do Capelo, no Faial, às 22:14, hora local (23:14 em Portugal continental).

O epicentro deste sismo foi localizado a cerca de 45 km a Oeste-Noroeste do Capelo, no Faial, às 22:14, hora local (23:14 em Portugal continental).

Google Maps

Numa informação divulgada na quarta-feira através da Proteção Civil dos Açores, o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA) revelou que desde 19 de abril foram registados cerca de 160 sismos na mesma região epicentral, que fica a entre 27 e 46 quilómetros a oeste/noroeste da ilha do Faial.

Três desses sismos foram sentidos pela população, tendo o CIVISA explicado que os restantes foram réplicas. 

Hoje de manhã houve novo sismo na mesma zona, com magnitude 4,6 na escala de Richter e sentido com intensidade máxima IV (escala de Mercalli modificada) no concelho da Horta, ilha do Faial, e no município de Lajes do Pico, na ilha do Pico. Como nos outros casos, não há registo de quaisquer danos.

Teresa Ferreira disse à Lusa que depois desse sismo, ao longo do dia foram registados mais 16, de menor magnitude, na mesma zona, mantendo-se o padrão de serem réplicas do abalo mais forte e gradualmente mais fracas.

Segundo explicou, trata-se de algo normal, já que está em curso um "reajustamento da zona".

Este tipo de atividade sísmica não é aquela que é mais frequente nos Açores e que se carateriza por uma atividade persistente de baixa magnitude, havendo, ocasionalmente, um sismo maior, segundo Teresa Ferreira.

Ainda assim, a responsável pelo CIVISA explicou que é algo que "vai ocorrendo", sendo uma forma de, "por setores", se ir libertando energia.

"É a natureza da região onde nos encontramos", acrescentou.

Segundo a informação disponibilizada na página do CIVISA na Internet, "no restante arquipélago dos Açores", a atividade sísmica "encontra-se, no geral, dentro dos níveis normais de referência".



Lusa
  • Sismo de 4,6 na ilha do Faial

    País

     Um sismo de magnitude 4,6 na escala de Richter foi sentido hoje na ilha do Faial, Açores, sem que, até ao momento, se tenham registado danos pessoais ou materiais, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.