sicnot

Perfil

País

Atividade sísmica no Faial registou hoje mais de 50 eventos

O Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA) e a proteção civil açoriana informaram que a atividade sísmica no Faial registou hoje "uma maior persistência", com "mais de meia centena de eventos" durante o dia.

"Desde as 14:00 horas de hoje tem-se vindo a verificar uma maior persistência da atividade sísmica nesta região, traduzida por um ligeiro incremento no número de eventos registados por hora", adianta um comunicado divulgado hoje à noite pela Proteção Civil dos Açores, acrescentando que "o número de eventos registados até às 19:00 horas, é de cerca de 55".

Desde 19 de abril, início desta atividade, já foram registados "cerca de 245 eventos", numa "zona a oeste-noroeste da ilha do Faial, três deles sentidos pela população", segundo aquelas duas entidades.

De acordo com o CIVISA, "a sismicidade tem vindo a ser registada numa região epicentral situada entre 37 e 46 quilómetros a oeste/noroeste da ilha do Faial e esta atividade foi desencadeada na sequência da ocorrência dos sismos registados no dia 19, às 22:02 horas, com magnitude 4,3 e no dia 24, às 22:14 horas, com magnitudes 4,7". 

Estes sismos "foram sentidos na ilha do Faial com intensidade máxima IV na Escala de Mercalli Modificada e também foram sentidos nas ilhas do Pico e de S. Jorge. Desde essa altura foram sentidos outros três sismos nos dias 29 e 30 de abril e hoje, tendo o de maior magnitude ocorrido a 30 de abril, às 06:30 horas, com magnitude 4,3. Este sismo foi sentido na ilha do Faial com intensidade máxima IV e no Pico", explicam.

"Tratando-se de uma região onde é habitual verificar-se alguma sismicidade, a atividade registada enquadrou-se no padrão associado à sequência sismo principal/réplicas revelando o gradual decaimento em frequência e magnitude", explica ainda CIVISA e a proteção civil açoriana.

 No entanto, indicam ainda que "não foi registado qualquer evento nesta região epicentral no dia 28 de abril".

De acordo com o CIVISA, a região em causa "enquadra-se numa faixa de maior atividade sísmica situada entre 15 e 50 quilómetros a oeste da ilha do Faial" que "já foi palco de significativa atividade sísmica no passado", nomeadamente a "crise sísmica de 1992-1993" e "a atividade ocorrida em março e maio de 2010".

O CIVISA "continua a acompanhar o evoluir da situação", enquanto a proteção civil açoriana recomenda "a observação e divulgação das principais medidas de autoproteção" para estas situações.

Teresa Ferreira, do CIVISA, disse à Lusa na quinta-feira que este tipo de atividade sísmica não é aquela que é mais frequente nos Açores e que se carateriza por uma atividade persistente de baixa magnitude, havendo, ocasionalmente, um sismo maior.

Ainda assim, a responsável pelo CIVISA explicou que é algo que "vai ocorrendo", sendo uma forma de, "por setores", se ir libertando energia.

Lusa
  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.