sicnot

Perfil

País

Pacote que originou "suspeita de bomba" estaria num pilar da ponte do lado de Lisboa

O pacote que provocou a "suspeita de bomba" na ponte 25 de Abril, em Lisboa, estaria situado junto a um dos pilares norte, localizados na margem do rio junto à capital, disse à agência Lusa fonte policial.

A circulação na ponte 25 de Abril, em Lisboa, foi interrompida cerca das 19:00 na sequência de uma "ameaça de bomba". (Arquivo)

A circulação na ponte 25 de Abril, em Lisboa, foi interrompida cerca das 19:00 na sequência de uma "ameaça de bomba". (Arquivo)

Armando Franca / AP

Segundo a mesma fonte, o pacote que deu origem à "suspeita de bomba" estava localizado na torre 4 da ponte 25 de Abril, situada na margem do rio do lado da capital portuguesa.

A fonte policial informou que a brigada de minas e armadilhas da PSP já se encontra no local e que a Polícia Marítima está no rio, próximo dos pilares, a acompanhar a passagem de eventuais embarcações.

A circulação na ponte 25 de Abril, em Lisboa, foi interrompida cerca das 19:00 na sequência de uma "ameaça de bomba".

A Direção-Nacional da PSP disse à Lusa que a ponte foi encerrada nos dois sentidos por "suspeita de bomba".

"O trânsito está cortado nos dois sentidos", referiu, salientando que foi destacada para o local uma unidade especial da polícia, sem precisar o número de elementos.
Lusa
  • Ponte 25 de abril reaberta ao trânsito

    País

    A ponte 25 de abril, em Lisboa, reabriu ao trânsito às 20:55 desta segunda-feira, depois de a polícia verificar no local que o embrulho encontrado não era um engenho explosivo, disse fonte da Direção Nacional da PSP.

  • Circulação interrompida na ponte 25 de abril devido a embrulho suspeito

    País

    Um pacote suspeito levou ao corte da Ponte 25 de abril nos dois sentidos, em Lisboa. Um carro, já identificado pelas autoridades, largou o embrulho junto ao quarto pilar da ponte. Uma equipa de inativação de engenhos explosivos está a caminho do local e a circulação de carros está por esta altura cortada entre Lisboa e Almada. Está também interrompida a circulação de comboios. 

  • Não houve negligência médica no caso do jovem em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19