sicnot

Perfil

País

Re-Food procura voluntários para ajudar no combate à fome e ao desperdício

O Re-food promove na quinta-feira uma "reunião comunitária" em que vai desafiar a população a participar neste projeto de combate à fome e ao desperdício alimentar, que já resgatou e doou 407.000 refeições que tinham como destino o lixo.

A reunião, que decorrerá na Fundação Calouste Gulbenkian, é promovida pelo núcleo  Re-food no bairro lisboeta de Nossa Senhora de Fátima, onde o projeto nasceu a 09 de março de 2011 por iniciativa de Hunter Halder, um norte-americano que vive em Portugal há mais de vinte anos.

O objetivo do encontro é "angariar voluntários para nós e para as organizações que convidámos para estarem presentes no evento [a AC2, o Limiar, a Pro Bono, a Super Babysitters, o Coração Amarelo e a Sapana]", disse hoje à agência Lusa Francisca Vermelho, voluntária no núcleo de Nossa Senhora de Fátima.

Francisca Vermelho explicou que, ao contrário de outros núcleos Re-Food que começaram este ano, o núcleo Nossa Senhora de Fátima "nunca fez uma chamada massiva de voluntários".

Tem havido "alguma dificuldade em puxar as pessoas de forma mais intensa para o projeto" e "a ideia é fazer com que as pessoas acordem um bocadinho da sua indiferença e se tornem mais solidárias", frisou. 

O núcleo de Nossa Senhora de Fátima conta atualmente com 250 voluntários, mas seriam necessários cerca de 300 para distribuir as cerca de 330 refeições diárias a pessoas carenciadas que ali recorrem.

Segundo Francisca Vermelho, o número de pessoas que procuram a Re-Food tem vindo a crescer, assim como os restaurantes e empresas que aderem ao movimento, que resgata mais de 25 mil refeições por mês, número que tem vindo a aumentar todos os meses

"Estamos a crescer a uma velocidade brutal, já existem 17 núcleos e provavelmente este número vai dobrar até ao final do ano", avançou.

Até junho estão previstos abrir vários núcleos: Belém, Santa Clara, Alcântara, Covilhã, Santo António, Almancil, Cascais e Ermesinde

O projeto conta atualmente com 2.314 Voluntários nos 17 núcleos e apoia diariamente 1.726 pessoas. Para conseguir realizar estar tarefa, o Re-food tem "687 fontes de alimentos", entre os quais restaurantes, cafés, pastelarias, padarias, refeitórios, supermercados e hipermercados. 

A voluntária adiantou que o apoio dos supermercados e hipermercados foi muito importante para melhorar a qualidade de alimentação das famílias carenciadas.

"Além das refeições, passámos a dar iogurtes, fruta, legumes, o que melhorou imenso a qualidade da alimentação das nossas famílias", sublinhou.

Francisca Vermelho adiantou à Lusa que outro objetivo da Re-food é que alguns beneficiários possam passar para outros núcleos, conforme forem abrindo noutros bairros.  

"Enquanto núcleo fundador temos muitas pessoas que não são do bairro e gostaríamos que fossem para o seu bairro", disse a voluntária, admitindo, no entanto, que nem sempre será possível porque muitos beneficiários não querem que os vizinhos conheçam a sua situação.

Em Portugal, 2,6 milhões de pessoas vivem em risco de pobreza, sendo que destes mais de 640 mil serão crianças e jovens.

Lusa
  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Mais cinco ilhas dos Açores sob aviso vermelho

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou esta quarta-feira para vermelho o aviso para as cinco ilhas do grupo central dos Açores, onde no Faial o vento atingiu os 150 quilómetros por hora.

  • Votações sobre o mapa judiciário geram tensão no Parlamento
    2:01

    País

    O momento das votações no Parlamento ficou marcado por alguma tensão. Depois de aprovadas, em comissão, as alterações ao mapa judiciário, o PSD opôs-se a que o diploma fosse votado em plenário, uma vez que não fazia parte da versão inicial do guião de votações. A esquerda acusou os sociais-democratas de terem motivações estritamente políticas e não regimentais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.