sicnot

Perfil

País

Condutor que deixou embrulho na ponte arrisca multa de 1500 euros ou pena de prisão

Condutor que deixou embrulho na ponte arrisca multa de 1500 euros ou pena de prisão

A polícia está a tentar identificar o condutor que ontem abandonou um embrulho suspeito na ponte 25 de abril. O trânsito esteve cortado durante duas horas num dos períodos de maior movimento. Suspeitou-se de um engenho explosivo mas afinal era apenas um saco com roupa. O condutor arrisca multa de 1500 euros ou pena de prisão.




  • Circulação interrompida na ponte 25 de abril devido a embrulho suspeito

    País

    Um pacote suspeito levou ao corte da Ponte 25 de abril nos dois sentidos, em Lisboa. Um carro, já identificado pelas autoridades, largou o embrulho junto ao quarto pilar da ponte. Uma equipa de inativação de engenhos explosivos está a caminho do local e a circulação de carros está por esta altura cortada entre Lisboa e Almada. Está também interrompida a circulação de comboios. 

  • Ponte 25 de abril reaberta ao trânsito

    País

    A ponte 25 de abril, em Lisboa, reabriu ao trânsito às 20:55 desta segunda-feira, depois de a polícia verificar no local que o embrulho encontrado não era um engenho explosivo, disse fonte da Direção Nacional da PSP.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.