sicnot

Perfil

País

Condutor que deixou embrulho na ponte arrisca multa de 1500 euros ou pena de prisão

Condutor que deixou embrulho na ponte arrisca multa de 1500 euros ou pena de prisão

A polícia está a tentar identificar o condutor que ontem abandonou um embrulho suspeito na ponte 25 de abril. O trânsito esteve cortado durante duas horas num dos períodos de maior movimento. Suspeitou-se de um engenho explosivo mas afinal era apenas um saco com roupa. O condutor arrisca multa de 1500 euros ou pena de prisão.




  • Circulação interrompida na ponte 25 de abril devido a embrulho suspeito

    País

    Um pacote suspeito levou ao corte da Ponte 25 de abril nos dois sentidos, em Lisboa. Um carro, já identificado pelas autoridades, largou o embrulho junto ao quarto pilar da ponte. Uma equipa de inativação de engenhos explosivos está a caminho do local e a circulação de carros está por esta altura cortada entre Lisboa e Almada. Está também interrompida a circulação de comboios. 

  • Ponte 25 de abril reaberta ao trânsito

    País

    A ponte 25 de abril, em Lisboa, reabriu ao trânsito às 20:55 desta segunda-feira, depois de a polícia verificar no local que o embrulho encontrado não era um engenho explosivo, disse fonte da Direção Nacional da PSP.

  • Menino perdido na Praia da Luz foi levado à GNR por turista
    1:11

    País

    Um menino inglês, de sete anos, esteve desaparecido na quinta-feira na Praia da Luz, no Algarve, depois de se ter perdido dos pais. A GNR colocou duas equipas de investigação no local, mas ao fim de uma hora e meia o rapaz apareceu na esquadra de Lagos acompanhado por um turista a quem terá pedido ajuda.

  • Mais viagens mas menos turistas de Portugal
    1:22

    País

    Os residentes em Portugal - sejam portugueses ou estrangeiros - realizaram quatro milhões de viagens turísticas, só no primeiro trimestre do ano. Um aumento de mais de 6% nas viagens dentro do país face ao período homólogo e de mais de 15% nas viagens para fora, de avião. O estudo é do INE, o Instituto Nacional de Estatística, que permite fazer o retrato mais claro de quem viaja e porquê.

  • Algarve sozinho gera metade dos bens transacionáveis em Portugal
    4:14

    SIC 25 Anos

    O Algarve quase não tem indústria e os especialistas consideram que é excessivamente dependente do turismo. Ainda assim, sozinho contribui com metade do que Portugal gera em bens transacionáveis. A região tem problemas graves, como a falta de médicos e um custo de vida muito alto, mas continua a atrair a maior parte dos turistas e muitos estrangeiros decidem mesmo escolher a região para viver.