sicnot

Perfil

País

Navio português participa em missão da CPLP na costa ocidental africana

O navio da Marinha portuguesa Figueira da Foz partiu na terça-feira para o Golfo da Guiné e costa ocidental africana, numa missão de cooperação técnico-militar com a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

(Arquivo)

(Arquivo)

marinha.pt

A Marinha portuguesa informou hoje na sua página da Internet que a missão, que vai prolongar-se até dia 01 de julho, tem por objetivo o "estreitamento das relações bilaterais entre as marinhas dos países da CPLP".

No decorrer da missão, o  navio da Marinha Portuguesa irá navegar cerca de 10.000 milhas náuticas, visitando, pela primeira vez, países como São Tomé e Príncipe, Guiné Equatorial, Angola, Guiné-Bissau e Cabo Verde.

A Marinha indicou também que, durante a permanência naqueles países, o navio "vai desenvolver ações no quadro dos acordos de cooperação bilateral em matérias como a vigilância, fiscalização e segurança marítima".

O 'Figueira da Foz' vai também dar apoio no âmbito da política externa do Estado português, referiu ainda a Marinha na sua página na Internet.

No Navio da República Portuguesa (NRP) 'Figueira da Foz', o segundo da classe Viana do Castelo, seguem 60 militares, incluindo uma equipa de fuzileiros, uma de mergulhadores e outra médica.



DD // ARA

Lusa/Fim



NewsSubjects:- Política - Sociedade - Organizações internacionais - Organizações de socorro - equipamento militar - cooperação económica 

20150506T095239
  • Fuzileiros continuam no terreno a ajudar população
    3:03
  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44
  • Desacatos no aeroporto de Faro deixam turistas britânicos em terra
    1:46

    País

    Cinco pessoas, que integravam o grupo de turistas britânicos que nos últimos dias causou desacatos em Albufeira, foram ontem impedidas de regressar a Inglaterra. Agressões no aeroporto e desacatos à entrada do avião levaram os comandantes de dois voos a recusar levar aqueles passageiros.