sicnot

Perfil

País

Dois desaparecidos ao largo dos Açores

Um veleiro francês que estava a ser resgatado a cerca de 500 milhas náuticas a sul dos Açores afundou-se hoje de madrugada, encontrando-se desaparecidos dois dos quatro tripulantes, disse à Lusa o porta-voz da Marinha Portuguesa. 

Google maps

Em declarações à agência Lusa, Paulo Vicente avançou que o último caso do resgate de cinco veleiros que ocorreu desde a madrugada de quarta-feira, nomeadamente o veleiro francês com quatro tripulantes a bordo, um casal com dois filhos, não correu da melhor forma.

 

"Quando o navio mercante de Hong Kong se estava a aproximar do local para lhe prestar assistência [ao veleiro francês], este afundou-se. Dois dos tripulantes conseguiram entrar para o bote salva-vidas e os outros dois saltaram para a água e estão desaparecidos", explicou Paulo Vicente, sem especificar quem são os desaparecidos.

 

De acordo com o porta-voz da Marinha, as condições meteorológicas hoje são mais favoráveis do que na quarta-feira, embora sejam ainda "adversas, com o vento mais fraco ainda assim", sendo a temperatura da água do mar de 21 graus, enquanto a ondulação baixou para metade, já que hoje fazem sentir-se ondas de cinco metros, contra as de dez metros registadas quarta-feira.

 

 "Aconteceu há cerca de seis horas [cerca das 02:00]. Aconteceu a 400 milhas náuticas [800 km] a sudoeste da ilha das Flores, Açores, mesmo no meio do oceano Atlântico", explicou Paulo Vicente.

 

Na zona, encontram-se um navio mercante com bandeira de Hong Kong e um avião P3 da Força Aérea portuguesa, encontrando-se a caminho outro navio mercante.

 

A Marinha Portuguesa resgatou durante o dia de quarta-feira e hoje 12 pessoas de cinco veleiros que se encontravam a navegar a 500 milhas a sul dos Açores, depois de um pedido de auxílio devido às condições meteorológicas adversas com ondas de dez metros, encontrando-se ainda a auxiliar um outro veleiro.

 

"Devido às condições meteorológicas muito adversas que estavam no oceano Atlântico, uma depressão cavada a cerca de 500 milhas a sul dos Açores, várias embarcações pediram auxílio, houve cinco veleiros em que foi necessário evacuar os tripulantes, tendo os alertas começado às duas da manhã de ontem [quarta-feira], e prolongaram-se durante o dia", explicou Paulo Vicente.


Lusa

  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Gelo nos polos recua para recordes mínimos

    Mundo

    A extensão de gelo polar dos oceanos Ártico e Antártico atingiu recordes mínimos a 13 de fevereiro, perdendo o equivalente a uma área maior do que o México, informou esta quarta-feira a agência espacial norte-americana NASA.

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.