sicnot

Perfil

País

Órgãos de Comunicação defendem que regras da cobertura eleitoral ameaçam liberdade editorial

Órgãos de Comunicação defendem que regras da cobertura eleitoral ameaçam liberdade editorial

As propostas do PSD e do CDS para alterar a lei de cobertura jornalística das eleições, que a SIC divulgou esta quinta-feira, foram muito mal recebidas pelos órgãos de comunicação social. Num comunicado divulgado esta sexta-feira, ao final da tarde, um grupo de 20 diretores de informação diz que as regras que os partidos da maioria propõem continuam a ameaçar a liberdade editorial.

  • Projeto da maioria deixa cair obrigação de plano prévio na cobertura das eleições
    2:07

    País

    Já está a ser discutida a nova proposta do PSD e do CDS para a cobertura jornalística das eleições. A SIC sabe que, quer a Entidade Reguladora para a Comunicação Social, quer a Comissão Nacional de Eleições já sabem qual é o teor da nova proposta feita pela maioria. Os dois partidos deixaram cair todas as matérias que causaram polémica. E esperam, agora, que se consiga chegar a um entendimento com o PS para que a nova lei seja aprovada rapidamente.

  • PSD e CDS esperam contributo do PS na proposta para a cobertura das eleições
    1:08

    País

    O PSD e o CDS confirmam que não vai haver qualquer visto prévio na cobertura jornalística das eleições e esperam ter contributos do PS na proposta que vão apresentar. No final de uma reunião, no Parlamento, Francisco Pinto Balsemão disse estar satisfeito e que as preocupações dos órgãos de comunicação social foram ouvidas pelos partidos da maioria.

  • PS empenhado em acordo quanto a uma nova lei de cobertura de campanhas
    0:52

    País

    O líder parlamentar do PS diz que a atual lei que regula a cobertura mediática das campanhas eleitorais está obsoleta e que o partido está empenhado em que haja um acordo quanto a uma nova lei. Ferro Rodrigues garante que o PS vai contribuir com propostas para a nova legislação e admite que a experiência do grupo de trabalho com os partidos da maioria não correu bem.

  • Medias Privados dizem que PS garantiu empenho sobre nova lei de cobertura de campanhas
    0:47

    País

    O grupo que representa a Plataforma de Media Privados encontrou-se hoje com alguns deputados do Partido Socialista para discutir a nova lei de cobertura mediática das campanhas eleitorais. À saída, o dirigente da Plataforma, Luis Nazaré, revelou que recebeu por parte do PS a garantia de que o partido tudo irá fazer para que haja uma nova legislação sobre a matéria.

  • Enfermeiros especialistas em saúde materna retomam protesto 

    País

    Os enfermeiros especialistas em saúde materna e obstetrícia voltam quinta-feira de manhã a interromper as funções especializadas, o que pode afetar blocos de parto e maternidades. Queixam-se de "falta de resposta política adequada" e "ausência de acordos sérios".

  • Cristas vaiada em bairro de Chelas
    1:44

    Autárquicas 2017

    Assunção Cristas promete mudanças na Gebalis, a empresa municipal que gere os bairros sociais em Lisboa. Esta manhã, a candidata do CDS à câmara visitou um bairro de Chelas, onde foi vaiada por alguns populares.

  • Prestação da casa aumenta pela primeira vez desde 2014
    1:17

    Economia

    Pela primeira vez em três anos, as taxas de juro do crédito à habitação, estão a subir. A subida é de apenas 1 euro, mas é a primeira desde 2014, depois de em maio deste ano ter estabilizado e em junho ter descido. A justificação para este aumento é a evolução das taxas euribor.

  • "Em vez de ajudarem, estavam a tirar fotos dela a morrer"
    1:13