sicnot

Perfil

País

Proteção Civil testa meios e procedimentos para visita papal a Fátima

A Proteção Civil vai testar na terça e na quarta-feira, na peregrinação internacional de maio ao Santuário de Fátima, meios e procedimentos para uma visita papal, revelou o comandante distrital de operações de socorro de Santarém.

© Stefano Rellandini / Reuters

"No dispositivo que vai estar em Fátima, vamos testar algumas valências e procedimentos com vista a uma eventual visita do papa em 2017", afirmou à agência Lusa Mário Silvestre, adiantando que na cidade vai estar o hospital de campanha do INEM (Instituto Nacional de Emergência Médica), com todas as valências, incluindo a unidade cirúrgica.

Segundo Mário Silvestre, "no terreno este será o grande teste para este ano", explicando que com este hospital "haverá um menor fluxo de transferências para os hospitais do Centro Hospitalar do Médio Tejo [Tomar, Torres Novas e Abrantes] e para o de Leiria".

Por outro lado, vão ser testados "novos procedimentos de articulação e fluxo de informação com todas as organizações e instituições que atuam no âmbito da Proteção Civil", o que vai dar à autoridade nacional "uma maior capacidade de gestão dos meios afetos à operação", afirmou o comandante distrital.

Mário Silvestre acrescentou que até segunda-feira "há um reforço dos meios" de socorro feito através dos Bombeiros Voluntários de Fátima e Serviço Municipal de Proteção Civil de Ourém, sendo que na terça-feira, dia 12, às 11:00, arranca a "operação principal que é assumida pela Autoridade Nacional de Proteção Civil, terminando às 16:00 de dia 13, quarta-feira.

O comandante explicou que no pico do dispositivo da Proteção Civil -- entre as 20:00 de terça-feira e até às 13:00 de quarta-feira - vão estar envolvidos cerca de 300 operacionais de várias entidades: bombeiros, Cruz Vermelha Portuguesa, INEM, escuteiros, Colégio de São Miguel, Servitas, Serviço Municipal de Proteção Civil de Ourém e Universidade Fernando Pessoa (na área da podologia).

"O dispositivo está dimensionado para responder às situações que ocorrem nas grandes peregrinações", declarou o responsável, recomendando aos peregrinos e à população que "utilize os normais procedimentos em caso de necessidade de socorro, ligando para o 112, o número nacional de emergência".

Aos peregrinos, Mário Silvestre aconselha algumas medidas, como o respeito pelos períodos de descanso, a hidratação ou o uso de protetor solar.

"Com o calor que é previsível, as pessoas chegam a Fátima fisicamente mais debilitadas e este é o maior problema que pode resultar em situações pré-hospitalares", advertiu.

A abertura da peregrinação está marcada para as 18:30 de terça-feira, na Capelinha das Aparições, prosseguindo às 21:30, com a recitação do terço, procissão das velas e missa.

A peregrinação internacional aniversária de maio, 98 anos após os acontecimentos de Fátima, termina na quarta-feira, dia 13, com missa, bênção dos doentes e a procissão do adeus.



Lusa

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.