sicnot

Perfil

País

Xeique árabe interessado em comprar 25% de Vale do Lobo

Um xeique árabe está interessado em comprar parte do empreendimento de luxo Vale do Lobo, em Almancil, no Algarve.

Na passada sexta-feira, algumas das residências de administradores e ex-administradores de Vale do Lobo foram alvo de buscas relacionadas com o processo da Operação Marquês. As autoridades procuraram provas para o processo em que José Sócrates é arguido. (Arquivo)

Na passada sexta-feira, algumas das residências de administradores e ex-administradores de Vale do Lobo foram alvo de buscas relacionadas com o processo da Operação Marquês. As autoridades procuraram provas para o processo em que José Sócrates é arguido. (Arquivo)

SIC

De acordo com o Jornal de Negócios, o Xeique Mohamed Al Jaber, da Arábia Saudita, quer adquirir os 25% do resort que a Caixa Geral de Depósitos comprou há nove anos, por 500 milhões de euros.

O empresário já é dono de vários outros hóteis e campos de golfe no Algarve e pode concluir mais este negócio até ao final do próximo mês.

Na passada sexta-feira, algumas das residências de administradores e ex-administradores de Vale do Lobo foram alvo de buscas relacionadas com o processo da Operação Marquês. As autoridades procuraram provas para o processo em que José Sócrates é arguido.
  • Kikas faz história
    1:22
  • Madonna está outra vez em Lisboa 😲
    0:59
  • Nove fatores que aumentam o risco de demência

    Mundo

    Um em cada três casos de demência podia ter sido evitado sem recorrer a medicamentos. Um estudo publicado na revista científica The Lancet explica como é possível evitar a demência e quais os fatores que contribuem para a doença.

  • Hindus pedem a troca de nome da cerveja brasileira Brahma

    Mundo

    Um grupo de hindus pediu a mudança da marca de cerveja Brahma, propriedade da multinacional cervejeira Anheuser-Busch InBev, com sede em Lovaina, na Bélgica, argumentando que é inapropriado uma bebida alcoólica ter o nome que um deus hindu.

  • Manuais oferecidos aos alunos do 1.º ano não podem ser reutilizados
    2:42

    País

    As escolas querem que sejam devolvidos aos alunos os manuais do 1.ºo ano que foram dados gratuitamente pelo Estado para serem reutilizados nos próximos anos. A Associação de Diretores de Agrupamentos diz que os livros estão praticamente todos em bom estado, mas da forma como são feitos pelas editoras é impossível voltar a usá-los. As escolas querem que o Executivo chegue a um entendimento com as editoras para conceber manuais reutilizáveis.

  • Portugal com 3.ª maior dívida pública da UE

    Economia

    A dívida pública recuou, em termos homólogos, na zona euro e na União Europeia (UE), no primeiro trimestre, tendo Portugal registado a terceira maior dos 28 (130,5%), depois da Grécia e de Itália, divulga hoje o Eurostat.