sicnot

Perfil

País

Trabalhador morreu em acidente na Barragem de Foz Tua

Um homem de 26 anos morreu hoje na sequência de um acidente de trabalho, na Barragem de Foz Tua, concelho de Alijó, disseram à Lusa fontes da GNR e dos bombeiros.

O alerta para o acidente foi dado às 06:15. Para o local foram mobilizados os bombeiros de Alijó, o INEM e a GNR.

António Fontinha, dos bombeiros de Alijó, referiu que a vítima estava a trabalhar na obra de construção da construção da Barragem de Foz Tua quando terá sido projetada "cerca de 30 metros", em circunstâncias que ainda estão a ser apuradas.

No local está a Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) a fazer a averiguação das causas do acidente.

Em maio do ano passado, um outro operário perdeu a vida na Barragem do Tua, após ter sofrido uma queda em altura, de cerca de 10 metros, na operação de elevação de consolas de cofragem trepante na obra.

Já em janeiro de 2012, uma derrocada neste empreendimento provocou a morte de três trabalhadores.

No mês a seguir, em fevereiro, um rebentamento que deu origem a um deslizamento de pedras e terras provocou ferimentos em quatro trabalhadores.

A Barragem de Foz Tua está em construção entre os concelhos de Alijó, distrito de Vila Real, e Carrazeda de Ansiães, distrito de Bragança.


  • Manifestantes fazem protesto silencioso no Parlamento contra barragem do Tua
    0:29

    País

    No fim do debate parlamentar desta quinta-feira, houve, nas galerias do Parlamento, um breve protesto silencioso. Alguns signatários da petição pela suspensão da construção da barragem do Tua assistiam ao debate e, no final, levantaram-se e mostraram t-shirts. A polícia acabou por intervir e convidar os peticionários a sair do Hemiciclo. A Assembleia da República discutiu dois projetos de resolução do Bloco de Esquerda e dos Verdes, que consideram que a construção da barragem não beneficia o país, mas a EDP.

  • Marinha dos EUA considera "absolutamente inaceitável" desenho de um pénis no céu

    Mundo

    Os cidadãos do Condado de Okanogan, em Washington, foram surpreendidos esta quinta-feira com o contorno de um pénis no céu. A imagem resultou de um rasto de condensação deixado por um avião militar norte-americano. A Marinha confirmou que um dos seus pilotos tinha desenhado a figura no ar e defendeu que a situação era "absolutamente inaceitável".