sicnot

Perfil

País

Chega hoje ao fim o período de transição do novo Acordo Ortográfico

O período de transição para a adoção do novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa chega hoje ao fim, passados seis anos sobre o depósito do instrumento de ratificação por Portugal.

© Christian Hartmann / Reuters

A adoção do acordo continua a não ser pacífica, com associações de professores a defenderem pelo menos mais um ano de tolerância nos exames do 12.º ano, cruciais para a entrada dos alunos no Ensino Superior.

As novas regras da ortografia portuguesa foram introduzidas nas escolas nacionais desde o ano letivo 2011-12, de forma faseada, e este ano, tornam-se obrigatórias em todas as provas e exames do ensino básico e secundário.

A Universidade do Porto adotou o Acordo Ortográfico (AO) em 01 de setembro de 2009 em todos os documentos oficiais, nos exames e nas aulas, mas na Universidade de Lisboa alunos e professores ainda usam as duas grafias.

Nem o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP), nem o Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CISP) têm qualquer orientação sobre a matéria para as instituições. 

O AO é uma convenção internacional, que em Portugal foi aprovada por resolução da Assembleia da República em 2008.

Começou a vigorar em 2009,sendo permitidas as duas grafias até 2015, ao abrigo do período de transição que agora termina.

Assinado em Lisboa em 1990, passou a ser aplicado a 01 de janeiro de 2012 nos documentos do Estado, vigorando desde então em todos os serviços, organismos e entidades na tutela do governo, bem como no Diário da República.

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.