sicnot

Perfil

País

MP abre inquérito tutelar educativo a agressores de jovem na Figueira da Foz

O Ministério Público abriu um inquérito tutelar educativo aos agressores de um adolescente da Figueira da Foz. 

Esta decisão surge depois de ter sido divulgado um vídeo que mostra duas raparigas, menores de idade, a agredir um rapaz numa rua da Figueira da Foz durante 13 minutos, perante a passividade de outros adolescentes. 

O caso terá ocorrido há cerca de um ano, durante o verão, mas só agora veio a público através da partilha do vídeo na internet.

A Procuradoria-geral da República esclarece que, além do inquérito tutelar educativo aos agressores, foi também apresentada junto do Ministério Público, uma participação relativa aos maiores de 16 anos pelas agressões e pela divulgação das imagens.
  • Pais e jovem agredido na Figueira da Foz apresentaram queixa na PSP
    2:31

    País

    O vídeo de um rapaz a ser agredido foi gravado há cerca de um ano mas foi mantido em silêncio. Só esta manhã, os pais e o jovem agredido apresentaram queixa na PSP. As imagens chegaram ao gabinete do diretor da escola onde estuda a o aluno agredido. Carlos Santos está chocado com tudo o que viu. As imagens da agressão podem impressionar pessoas mais sensíveis.

  • Vídeo de jovem agredido na Figueira da Foz gera indignação
    3:29

    País

    Um caso de bullying entre estudantes da Figueira da Foz está a provocar uma onda de revolta. Um rapaz é agredido durante 13 minutos por duas adolescentes que vão sendo incentivadas pelos colegas, enquanto um deles grava a situação. O caso aconteceu há cerca de um ano, mas só agora foram reveladas as imagens que podem impressionar pessoas mais sensíveis.

  • Manifestações contra os incêndios um pouco por todo o país
    1:33

    País

    Estão marcadas para esta tarde várias manifestações contra os incêndios e as políticas florestais, mas também de homenagem às vítimas dos fogos que arrasaram o país. As iniciativas de protesto são quase todas organizadas através das redes sociais e por grupos de cidadãos.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.