sicnot

Perfil

País

Cerca de 150 operacionais combatem chamas em Odemira

Cerca de 150 operacionais, com o apoio de 49 viaturas e de um helicóptero, combatem esta quinta-feira um incêndio florestal na zona de Odemira, que se reacendeu após ter sido extinto na quarta-feira à noite, segundo os bombeiros.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja adiantou à agência Lusa que o fogo estava, cerca das 17:30 de hoje, ativo com duas frentes, em zona de difíceis acessos.

As chamas estão a destruir áreas de eucaliptos e de medronheiros.

O fogo deflagrou cerca das 14:15 de quarta-feira num local designado como Laranjeira, na freguesia de S. Teotónio, concelho de Odemira, Beja, tendo sido considerado extinto à noite, mas hoje, às 10:28, foi dado o alerta de reacendimento.

Além de um helicóptero, já foram mobilizados para o combate às chamas grupos de reforço de Lisboa, Setúbal, Faro e da Força Especial de Bombeiros (FEB), além de duas máquinas de rasto do Serviço Municipal de Proteção Civil.

No "teatro de operações" estão 148 pessoas de várias corporações de bombeiros, incluindo da FEB e sapadores florestais, apoiados por 49 veículos e um helicóptero de ataque inicial.
Lusa
  • Está uma baleia no Cais do Sodré, em Lisboa

    País

    A capitania do Porto de Lisboa confirma a notícia. O cetáceo, um cachalote-pigmeu com cerca de dois metros, está morto. Encontra-se encalhado junto à margem norte do Rio Tejo. A situação está a ser acompanhada pelas autoridades.

    Em atualização

  • Partido Podemos com votação inédita em Espanha
    1:32

    Mundo

    Há uma votação inédita em Espanha. O Podemos começou esta terça-feira a decidir a continuidade do líder do partido, depois de Pablo Iglesias e a companheira terem comprado uma casa de 600 mil euros.

  • 14 sacerdotes suspensos por abusos sexuais no Chile

    Mundo

    A diocese da cidade chilena de Rancagua anunciou na terça-feira a suspensão de 14 sacerdotes implicados num novo escândalo de abusos sexuais sobre jovens e menores. Todos eles pertenciam a um grupo de se autointitulou de "La Familia", segundo a investigação jornalística.