sicnot

Perfil

País

Casas ilegais de primeira habitação na Ria Formosa não serão demolidas

O ministro do Ambiente garantiu hoje que não serão demolidas casas que sejam de primeira habitação, mesmo que estejam em situação ilegal, nas ilhas barreira da Ria Formosa, sem o realojamento prévio das pessoas.

(Arquivo)

(Arquivo)

Lusa

"Apesar de serem construções ilegais, não faremos nenhuma demolição tratando-se de primeiras habitações, sem ter havido o realojamento prévio das populações", disse aos jornalistas Jorge Moreira da Silva, em Faro, no final de uma reunião de quatro horas com autarcas e representantes dos moradores dos ilhéus da Ria Formosa.

Cerca de 50 moradores das ilhas-barreira da Ria Formosa receberam o ministro com alguns apupos e mantiveram-se junto à sede Comissão de Coordenação e Desenvolvimento do Algarve, palco da reunião.

Segundo o ministro, "a questão social é importante, e sempre que existe alguma dúvida, esses processos têm sido travados", lembrando que "existem oito casos no Coco e outros no Ancão em que se decidiu não avançar para as demolições porque existia uma dúvida suficiente para se travar esses processos".

Na opinião de Jorge Moreira da Silva, o processo de demolições vai avançar, e apenas será parado pelos tribunais, "caso assim o decidam".

"Todos nós gostaríamos de ter uma solução que evitasse algum tipo de sacrifício. Mas, sabe-se que não é possível construir em zonas de domínio público, e construir de uma forma ilegal", destacou

O governante disse que "não foge às responsabilidades, só porque algumas medidas são difíceis" e lembrou que o processo decorre "há muitos anos, porque sucessivamente, sucessivos governos encontraram sempre uma desculpa para fazer aquilo que era mais fácil e deixar para outros aquilo que era mais difícil".

"Este é um processo que como se costuma dizer, tem barbas. Não é um processo que tenha começado com este Governo", frisou.






Lusa
  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Jane Goodall iniciou palestra com sons semelhantes aos dos chimpanzés
    2:18

    País

    A investigadora Jane Goodall esteve esta quinta-feira em Lisboa para participar numa conferência da National Geographic. A primatóloga começou o seu discurso com sons semelhantes aos dos chimpanzés. Numa entrevista à SIC, Goodall falou sobre os chimpanzés e sobre o trabalho que continua a desenvolver em todo o mundo, em prol do ambiente, dos animais e das pessoas. 

  • NATO vai aumentar luta contra o terrorismo

    Mundo

    O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse que os aliados da NATO concordaram esta quinta-feira em aumentar a luta contra o terrorismo e em "investir mais e melhor" na Aliança.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.