sicnot

Perfil

País

Mais de 200 mil alunos postos à prova a Português e Matemática na próxima semana

Mais de 200 mil alunos realizam na próxima semana as provas finais de Português e Matemática, no 4.º e 6.º anos, que contam 30 por cento para a nota final do aluno.

(Arquivo)

(Arquivo)

(SIC/Arquivo)

As provas a realizar pelos alunos do 1.º e 2.º Ciclo vão decorrer em 1.100 e 1.133 escolas, respetivamente, num processo que envolve a vigilância de cerca de 10 mil professores, segundo o Ministério da Educação e Ciência (MEC).

As provas finais são entendidas pela tutela como instrumentos que permitem verificar quais os conhecimentos consolidados durante os dois primeiros ciclos da escolaridade obrigatória, revelando ao mesmo tempo as matérias em que os alunos têm mais dificuldades.

O calendário dos exames inicia-se na segunda-feira, com a prova de Português do 1.º Ciclo, seguindo-se na terça o 2.º Ciclo.

Quarta-feira e quinta-feira, realizam-se as provas finais de Matemática do 1.º e 2.º Ciclo, respetivamente.

Os resultados são afixados a 16 de junho.

Fazem as provas cerca de 103.000 alunos do 4.º ano e 114.000 alunos do 6.º ano.

À semelhança dos anos anteriores está previsto um período de acompanhamento extraordinário para dar aos alunos em risco de chumbar uma segunda oportunidade.

"Após a realização das reuniões de avaliação, já com o conhecimento e com a ponderação dos resultados da 1.ª fase das provas, aos alunos que não obtenham aprovação final será possibilitada, com a concordância dos encarregados de educação, a frequência daquele período, que decorrerá até 08 de julho", afirma o MEC em comunicado.

 Estes alunos podem repetir as provas na segunda fase, após "um acompanhamento mais individualizado".

O ministério garante ainda que os alunos com necessidades educativas especiais terão condições específicas para fazer as provas, como suportes em Braille, com ampliação, em formato especial (DAISY) para alunos de baixa visão, leitura orientada do enunciado, mais tempo de tolerância, equipamento ergonómico, fichas para disléxicos ou testes adaptados ao nível de escola.








Lusa
  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi o deputado eleito pelo círculo de Braga. Agora vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Esta saída pode colocar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.