sicnot

Perfil

País

Menina acidentada num insuflável que 'voou' na Madeira acabou por morrer

A menina que ficou, sexta-feira, gravemente ferida depois do insuflável onde brincava ter sido levado pelo vento, caindo de uma altura de oito metros, na zona do Caniço, acabou por falecer hoje no hospital do Funchal.

Google Maps

A morte da criança foi confirmada à agência Lusa pelo diretor Clínico do hospital dr. Nélio Mendonça, no Funchal, João Manuel Rodrigues, tendo ocorrido pelas 14:15.

"Acompanhámos a criança desde a sua entrada até ao falecimento às 14:15, minuto a minuto. A situação agravou-se progressivamente, acabando por falecer", disse o responsável, enderençando os pêsames à família.

A menina estava a brincar dentro do insuflável instalado no parque de estacionamento de um restaurante na freguesia do Caniço, concelho de Santa Cruz, quando o equipamento se desprendeu devido à intensidade do vento que se fazia sentir naquela localidade.

Fonte da Equipa Médica de Intervenção Rápida (EMIR) disse que socorreu a criança que sofreu uma queda de aproximadamente oito metros, tendo provocado vários traumatismos.

A menina ficou internada na unidade de cuidados intensivos pediátricos, em "estado grave e prognóstico reservado", mas acabou por não resistir aos ferimentos.









Lusa
  • Pagar IMI a prestações e um Documento Único Automóvel mais pequeno

    País

    O programa Simplex + 2017 é apresentado hoje à tarde e recebeu mais de 250 propostas de cidadãos ao longo dos últimos meses. As novas medidas preveem o pagamento em prestações do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e a criação de um simulador de custos da Justiça, que devem estar em vigor no próximo ano.

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • "Toda a gente merece direitos iguais"
    0:14

    Mundo

    A polícia de Istambul montou cordões de segurança para dispersar a multidão que se juntou para a Marcha do Orgulho Gay, este domingo. O Governo proibiu a marcha por considerar que representa um risco para a segurança pública. Uma das ativistas fala numa decisão sem sentido, e diz que todas as pessoas merecem direitos iguais.

  • "Ela veio lá de fora e começou a atropelar as pessoas"
    0:43

    Mundo

    O atropelamento deste sábado em Newcastle, no Reino Unido, provocou pelo menos seis feridos. No local, as pessoas relatam momentos de pânico. Uma testemunha afirma que a condutora nunca perdeu o controlo do carro e que dirigiu intencionalmente contra a multidão.