sicnot

Perfil

País

Absolvido motorista de autocarro de adeptos polacos em acidente em Lisboa em 2012

O motorista do autocarro com adeptos de futebol do Legia de Varsóvia que, em 2012, em Lisboa, embateu numa viatura ligeira, provocando a morte do condutor do automóvel, foi hoje absolvido em tribunal dos crimes de que estava acusado.

Os factos ocorreram cerca das 00:10 de 24 de fevereiro de 2012, quando o autocarro que transportava adeptos do clube polaco Legia de Varsóvia, após um jogo com o Sporting para a Liga Europa, chocou frontalmente com um automóvel, na Avenida Fontes Pereira de Melo.

O motorista do autocarro, hoje com 48 anos e único arguido no processo, estava acusado de um crime de homicídio por negligência e duas contraordenações, uma muito grave.

Na leitura da sentença, a juíza considerou que o motorista limitou-se a cumprir ordens da PSP que acompanhava todo o trajeto do autocarro.

"O senhor não poderia ter pensado e agido de forma diferente. Estava a ser acompanhado pela PSP. Esse é o aspeto mais relevante", sustentou.

Para a juíza, não restaram dúvidas de que o motorista passou um sinal vermelho e que isso provocou a morte de um jovem, mas sublinhou que o que importa é analisar o contexto.

"E o contexto em que agiu é o de alguém que é motorista, sabe que está incluído numa operação, é acompanhado pela PSP" e a quem lhe foi dito "para seguir sempre o carro anterior sem parar seja qual for a situação", acrescentou.

No final da audiência, o motorista saiu emocionado, abraçado à mulher e escusou-se a prestar declarações aos jornalistas.

Já o seu advogado considerou que o tribunal tomou "uma decisão há muito desejada" e que "fez o seu papel".

O MP proferiu despacho de arquivamento quanto ao antigo comandante metropolitano de Lisboa da PSP e dois agentes policiais, responsáveis pela escolta policial do autocarro até ao aeroporto de Lisboa.

 

Lusa
  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.