sicnot

Perfil

País

Homem de 48 anos morre em acidente de trabalho nas minas de Aljustrel

Um homem, de 48 anos, morreu hoje vítima de acidente de trabalho nas minas de Aljustrel, no Alentejo, divulgou a empresa concessionária do complexo mineiro.

Minas de Aljustrel

Minas de Aljustrel

Arquivo SIC

Segundo a Almina, num comunicado enviado à agência Lusa, após o acidente, que ocorreu hoje de manhã, no jazigo de Feitais, o homem, trabalhador de um empreiteiro, foi "imediatamente assistido" pelas equipas médica e de resgate mineiro da empresa concessionária, mas acabou por falecer no local.

Fonte do Comando Distrital de Operações e Socorro (CDOS) de Beja adiantou à Lusa que o trabalhador terá morrido vítima de uma queda no interior das minas de Aljustrel, no distrito de Beja, e que o alerta para o acidente foi dado às 09:50.

"Imediatamente após o acidente, foram acionados os mecanismos de emergência e reação previstos na empresa e alertadas as autoridades competentes, que procederam em conformidade", indica a Almina, referindo que o empreiteiro já iniciou um inquérito de investigação para determinar as causas do acidente.

As operações de socorro mobilizaram duas ambulâncias e três elementos dos Bombeiros Voluntários de Aljustrel, a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Beja e uma patrulha da GNR.

Lusa
  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.