sicnot

Perfil

País

PS promete financiamento plurianual ao Ensino Superior e mais 100 unidades de saúde familiar

O PS promete no seu projeto de programa eleitoral, hoje apresentado, criar cem novas unidades de saúde familiar em quatro anos e conceder um financiamento plurianual "estável" às instituições de Ensino Superior.

João Tiago Silveira

João Tiago Silveira

SIC

Estas são duas das "21 causas" presentes no projeto de programa eleitoral dos socialistas, medidas que se referem às áreas da educação e da saúde.

Na saúde, o PS apresenta como objetivo máximo "a defesa do Serviço Nacional de Saúde (SNS), repondo ao mesmo tempo "o equilíbrio no seu financiamento".

Como compromisso, os socialistas pretendem criar cem novas unidades de saúde familiar nos próximos quatro anos, o equivalente a "um médico de família para mais meio milhão de portugueses".

No ponto dedicado às universidades e institutos politécnicos, o documento refere a intenção de um Governo socialista celebrar com estas instituições "um pacto de confiança, através de contratos para projetos institucionais com metas e objetivos".

Por esta via, segundo os socialistas, pretende-se assegurar que as instituições de Ensino Superior possam realizar "projetos de longo prazo com garantia de financiamento estável num ciclo plurianual".

Em matéria de combate ao insucesso escolar, no projeto de programa socialista prevê-se a diversificação da oferta formativa e a aposta no ensino profissional nas escolas públicas, em articulação com as empresas.

Para a educação de adultos e formação ao longo da vida, o PS quer criar "um programa de educação e formação de adultos assente na formação, reconhecimento e certificação de competências, tendo em conta as necessidades individuais dos formandos".

  

Lusa
  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • 950 militares cercam a Rocinha, no Rio de Janeiro
    2:36
  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04
  • Tony Carreira em Paris com sala cheia
    2:36

    Cultura

    O cantor Tony Carreira actuou ontem em Paris e teve sala cheia a aplaudir os temas que o tornaram conhecido há quase 30 anos. As recentes acusações de plágio não parecem afectar a popularidade do artista, que vai continuar em tournée. A Sic acompanhou o artista neste concerto.