sicnot

Perfil

País

Tapete de Arraiolos entregue ao Papa Francisco

Tapete de Arraiolos entregue ao Papa Francisco

Um tapete de Arraiolos, com mais de quatro metros, especialmente desenhado para o Papa Franciso, foi entregue durante a audiência geral desta quarta-feira, no Vaticano. O Papa dedicou o dia à família e aos novos desafios da educação.

  • Marco Silva despedido do comando técnico do Watford

    Desporto

    O treinador português Marco Silva deixou o comando técnico do Watford, anunciou o 10.º classificado da Liga inglesa de futebol no seu sítio na Internet. "Foi uma decisão difícil e não foi tomada de ânimo leve. O clube está convencido de que a contratação de Marco Silva foi a correta e não fosse a abordagem indesejada de um rival da 'Premier League', continuaríamos a prosperar sob o seu comando", lê-se no comunicado do clube.

  • Tragédia de Vila Nova da Rainha foi há uma semana
    7:18
  • Escutas da Operação Marquês "não podem servir de prova"
    1:36

    Operação Marquês

    As defesas de José Sócrates e de Ricardo Salgado queixam-se que as escutas do processo Marquês estão infetadas por um vírus informático. Os advogados dizem que tal como estão as escutas não podem servir de prova. No entanto, o Ministério Público diz que estão reunidas as condições para começar a contar o prazo para a abertura de instrução.

    Luís Garriapa

  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Alemanha e Europa de olhos postos no congresso do SPD sobre futuro da coligação com Merkel
    1:22

    Mundo

    O Partido Social-Democrata (SPD) alemão está hoje reunido em congresso extraordinário para decidir se avança para uma nova coligação com a conservadora União Democrata-Cristã (CDU) de Angela Merkel. Cerca de 600 militantes, dirigentes e eleitos do partido participam no congresso extraordinário, que se realiza em Bona.Os militantes vão pronunciar-se sobre o acordo de princípio alcançado pelos dois partidos há duas semanas e o lançamento de negociações formais para formar uma "grande coligação", assim chamada por integrar os dois maiores partidos alemães.A CDU e o SPD governaram em coligação nos últimos quatro anos, mas, nas eleições legislativas de 24 de setembro, Schulz e a líder parlamentar social-democrata, Andrea Nahles, recusaram uma coligação com a CDU e optaram por ser oposição.

  • Admirável mundo novo
    16:17