sicnot

Perfil

País

GNR reforça fiscalização à condução sob efeito de álcool e droga no fim de semana

A GNR indicou hoje que vai voltar a intensificar, no sábado e domingo, em todo o país, a fiscalização da condução sob influência de álcool e de substâncias psicotrópicas e o combate à criminalidade.

Para operação, denominada "Baco", vão estar mobilizados 881 militares da Unidade Nacional de Trânsito, dos Comandos Territoriais e da Unidade de Intervenção, que vão realizar 322 ações de fiscalização, adianta a Guarda Nacional Republicana, em comunicado.

Segundo a GNR, as ações de fiscalização vão estar direcionadas para as vias onde as infrações por excesso de álcool são mais frequentes e dão origem a um risco acrescido de acidentes de viação, sobretudo para as estradas nacionais, regionais e municipais de acesso a estabelecimentos de diversão noturna, e nos casos em que existam dados ou indícios da prática de ilícitos de natureza criminal.

A GNR fiscalizou este ano 475.384 condutores, dos quais 10.554 conduziam com excesso de álcool, tendo 4.270 sido detidos por conduzirem com taxa crime (igual ou superior a 1,20 gramas/litro). 

Aquela força de segurança sublinha que continua a ser uma prioridade "a redução dos índices de sinistralidade rodoviária", estando, por isso, planeadas, para este ano, diversas operações nacionais dirigidas para a condução sob o efeito do álcool, excesso de velocidade e não utilização dos cintos de segurança.

Com a operação "Baco", a GNR tenciona contribuir para a tendência de diminuição de vítimas mortais resultantes de acidentes rodoviários nas estradas portuguesas, refere ainda a nota à imprensa da corporação.

Lusa
  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.