sicnot

Perfil

País

GNR reforça fiscalização à condução sob efeito de álcool e droga no fim de semana

A GNR indicou hoje que vai voltar a intensificar, no sábado e domingo, em todo o país, a fiscalização da condução sob influência de álcool e de substâncias psicotrópicas e o combate à criminalidade.

Para operação, denominada "Baco", vão estar mobilizados 881 militares da Unidade Nacional de Trânsito, dos Comandos Territoriais e da Unidade de Intervenção, que vão realizar 322 ações de fiscalização, adianta a Guarda Nacional Republicana, em comunicado.

Segundo a GNR, as ações de fiscalização vão estar direcionadas para as vias onde as infrações por excesso de álcool são mais frequentes e dão origem a um risco acrescido de acidentes de viação, sobretudo para as estradas nacionais, regionais e municipais de acesso a estabelecimentos de diversão noturna, e nos casos em que existam dados ou indícios da prática de ilícitos de natureza criminal.

A GNR fiscalizou este ano 475.384 condutores, dos quais 10.554 conduziam com excesso de álcool, tendo 4.270 sido detidos por conduzirem com taxa crime (igual ou superior a 1,20 gramas/litro). 

Aquela força de segurança sublinha que continua a ser uma prioridade "a redução dos índices de sinistralidade rodoviária", estando, por isso, planeadas, para este ano, diversas operações nacionais dirigidas para a condução sob o efeito do álcool, excesso de velocidade e não utilização dos cintos de segurança.

Com a operação "Baco", a GNR tenciona contribuir para a tendência de diminuição de vítimas mortais resultantes de acidentes rodoviários nas estradas portuguesas, refere ainda a nota à imprensa da corporação.

Lusa
  • "A vitória de Bruno de Carvalho pode ser uma vitória de Pirro"
    1:01
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    As eleições para a presidência do Sporting realizam-se no próximo sábado e os comentadores d'O Dia Seguinte avaliaram já as hipóteses de vitória dos candidatos. Rui Gomes da Silva considera que a gravação que implicava José Maria Ricciardi não vai influenciar a decisão de voto. Já Paulo Farinha Alves acredita que Bruno de Carvalho vai vencer a eleição. Contudo José Guilherme Aguiar avisa as eleições podem não trazer estabilidade ao Sporting.

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06
  • Sócrates acusa Cavaco de conspiração
    0:57
  • Vulcão Etna em erupção
    1:34
  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22
  • Como a maioria de Esquerda gere as votações
    2:15

    País

    A gestão entre os partidos é feita diariamente mas nem sempre PCP e Bloco de Esquerda têm votado ao lado do Governo. A SIC ouviu um politólogo, que diz que o objetivo é cada um salientar as diferenças que os separam do PS. No entanto, também há exemplos que provam que nenhum dos partidos quer pôr em causa a estabilidade política.