sicnot

Perfil

País

PDR elege Marinho e Pinto presidente e adia eleição do Conselho Nacional

O Partido Democrático Republicano (PDR) elegeu este domingo, em Lisboa, o eurodeputado Marinho e Pinto para presidente e adiou a eleição do Conselho Nacional por "falta de condições para garantir um ato eleitoral isento".

A eleição do presidente decorreu durante a primeira assembleia-geral de filiados do PDR, de acordo com três comunicados divulgados ao longo do dia pela comissão organização do encontro do partido, com participantes das várias regiões do país, desde o Minho ao Algarve, Açores e Madeira. (Arquivo)

A eleição do presidente decorreu durante a primeira assembleia-geral de filiados do PDR, de acordo com três comunicados divulgados ao longo do dia pela comissão organização do encontro do partido, com participantes das várias regiões do país, desde o Minho ao Algarve, Açores e Madeira. (Arquivo)

Andre Kosters / Lusa

A eleição do presidente decorreu durante a primeira assembleia-geral de filiados do PDR, de acordo com três comunicados divulgados ao longo do dia pela comissão organização do encontro do partido, com participantes das várias regiões do país, desde o Minho ao Algarve, Açores e Madeira.

De acordo com os comunicados, na sequência de uma votação, foram "aprovados por maioria a Declaração de Princípios, os estatutos do PDR e Marinho e Pinto como presidente do partido".

No final da tarde, a comissão organizadora viria a anunciar que Marinho e Pinto fez uma declaração "informando que não se" realizaria qualquer "votação para o Conselho Nacional no dia de hoje, uma vez que não" estavam "reunidas as condições necessárias para garantir um ato eleitoral isento".

Acrescentou ainda que era "necessário reelaborar os cadernos eleitorais" e que se tinha "deliberado a realização da eleição para este órgão em nova convocatória de filiados", a ser divulgada num prazo máximo de 15 dias.

Ao Conselho Nacional concorriam duas listas: a lista A, encabeçado por Fernando Condesso, e a lista B, por Alexandre Almeida.

A mesa da assembleia-geral ficou constituída por João Marrana, Fernando Condesso, Eurico Figueiredo, Fernando Pacheco, Vieira da Cunha, Susana Gonçalves, Rosa Acinho, Sandra Correia, Andreia Fernandes, Pedro Bourbon e Manuel Antão.

Marinho e Pinto, 63 anos, nascido em Amarante, é advogado e eurodeputado eleito pelo Movimento Partido da Terra desde 2014, exercendo atualmente o mandato como independente.

Foi bastonário da Ordem dos Advogados entre 2008 a 2013. 
Lusa
  • Marinho e Pinto sugere revisão do sistema parlamentar
    1:03

    País

    António Marinho e Pinto sugeriu, esta tarde, uma revisão do sistema parlamentar em Portugal, com a criação de um senado em que nomes como Bagão Félix, Manuela Ferreira Leite ou Freitas do Amaral servissem para evitar impulsos maioritários. Foi esta proposta que o líder do Partido Democrático e Republicano levou ao Congresso Cidadania, Rutura e Utopia, na Fundação Calouste Gunbelkian, em Lisboa.

  • Marinho e Pinto critica impedimento do seu partido concorrer às eleições na Madeira
    1:04

    País

    O fundador do Partido Democrático Republicano criticou o Tribunal Constitucional por ter excluído o PDR das Eleições Legislativas da Madeira, que se realizam no próximo dia 29. Marinho e Pinto, antigo Bastonário da Ordem dos Advogados acusa o Constitucional de ter proferido uma decisão essencialmente política. O tribunal não admitiu a candidatura alegando que a criação do PDR ocorreu depois do Presidente da República ter fixado a data das eleições.

  • Videovigilância regista impacto de sismo na Grécia

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6.7 atingiu na quinta-feira o mar Egeu e causou pelo menos dois mortos e mais de 200 feridos. O momento e o impacto causado pelo abalo foram registados através de uma câmara de videovigilância de um café, na ilha grega de Kos, um dos locais mais afetados.

  • A sátira a Sean Spicer no Saturday Night Live
    1:36

    Mundo

    O estilo de Sean Spicer foi controverso desde o início. A relação conflituosa do ex-assessor da Casa Branca com os jornalistas foi muitas vezes satirizada na comunicação social. Um exemplo é um momento do Saturday Night Live, protagonizado pela atriz Meliissa McCarthy.

  • Músico indiano toca guitarra durante cirurgia ao cérebro

    Mundo

    Abhishek Prasad foi submetido a uma cirurgia ao cérebro esta quinta-feira, num hospital na cidade indiana de Bangalore, após anos e anos a sofrer de dolorosos espasmos nas mãos. O insólito do caso foi que o músico indiano teve de tocar guitarra para ajudar os médicos durante a intervenção cirúrgica.