sicnot

Perfil

País

PDR elege Marinho e Pinto presidente e adia eleição do Conselho Nacional

O Partido Democrático Republicano (PDR) elegeu este domingo, em Lisboa, o eurodeputado Marinho e Pinto para presidente e adiou a eleição do Conselho Nacional por "falta de condições para garantir um ato eleitoral isento".

A eleição do presidente decorreu durante a primeira assembleia-geral de filiados do PDR, de acordo com três comunicados divulgados ao longo do dia pela comissão organização do encontro do partido, com participantes das várias regiões do país, desde o Minho ao Algarve, Açores e Madeira. (Arquivo)

A eleição do presidente decorreu durante a primeira assembleia-geral de filiados do PDR, de acordo com três comunicados divulgados ao longo do dia pela comissão organização do encontro do partido, com participantes das várias regiões do país, desde o Minho ao Algarve, Açores e Madeira. (Arquivo)

Andre Kosters / Lusa

A eleição do presidente decorreu durante a primeira assembleia-geral de filiados do PDR, de acordo com três comunicados divulgados ao longo do dia pela comissão organização do encontro do partido, com participantes das várias regiões do país, desde o Minho ao Algarve, Açores e Madeira.

De acordo com os comunicados, na sequência de uma votação, foram "aprovados por maioria a Declaração de Princípios, os estatutos do PDR e Marinho e Pinto como presidente do partido".

No final da tarde, a comissão organizadora viria a anunciar que Marinho e Pinto fez uma declaração "informando que não se" realizaria qualquer "votação para o Conselho Nacional no dia de hoje, uma vez que não" estavam "reunidas as condições necessárias para garantir um ato eleitoral isento".

Acrescentou ainda que era "necessário reelaborar os cadernos eleitorais" e que se tinha "deliberado a realização da eleição para este órgão em nova convocatória de filiados", a ser divulgada num prazo máximo de 15 dias.

Ao Conselho Nacional concorriam duas listas: a lista A, encabeçado por Fernando Condesso, e a lista B, por Alexandre Almeida.

A mesa da assembleia-geral ficou constituída por João Marrana, Fernando Condesso, Eurico Figueiredo, Fernando Pacheco, Vieira da Cunha, Susana Gonçalves, Rosa Acinho, Sandra Correia, Andreia Fernandes, Pedro Bourbon e Manuel Antão.

Marinho e Pinto, 63 anos, nascido em Amarante, é advogado e eurodeputado eleito pelo Movimento Partido da Terra desde 2014, exercendo atualmente o mandato como independente.

Foi bastonário da Ordem dos Advogados entre 2008 a 2013. 
Lusa
  • Marinho e Pinto sugere revisão do sistema parlamentar
    1:03

    País

    António Marinho e Pinto sugeriu, esta tarde, uma revisão do sistema parlamentar em Portugal, com a criação de um senado em que nomes como Bagão Félix, Manuela Ferreira Leite ou Freitas do Amaral servissem para evitar impulsos maioritários. Foi esta proposta que o líder do Partido Democrático e Republicano levou ao Congresso Cidadania, Rutura e Utopia, na Fundação Calouste Gunbelkian, em Lisboa.

  • Marinho e Pinto critica impedimento do seu partido concorrer às eleições na Madeira
    1:04

    País

    O fundador do Partido Democrático Republicano criticou o Tribunal Constitucional por ter excluído o PDR das Eleições Legislativas da Madeira, que se realizam no próximo dia 29. Marinho e Pinto, antigo Bastonário da Ordem dos Advogados acusa o Constitucional de ter proferido uma decisão essencialmente política. O tribunal não admitiu a candidatura alegando que a criação do PDR ocorreu depois do Presidente da República ter fixado a data das eleições.

  • Costa preparado para falar da renegociação da dívida no plano europeu
    2:24

    Economia

    O primeiro-ministro não quer quebrar com as regras impostas pela UE e não vai dar o primeiro passo na renegociação da dívida, mas estará na linha da frente quando Bruxelas ceder. Em entrevista à RTP, António Costa garante que o Governo cumpriu tudo aquilo que acordou com o presidente demissionário da Caixa Geral de Depósitos, António Domingues.

  • Benfica persegue oitavos da Liga dos Campeões

    Desporto

    O Benfica tenta hoje a qualificar-se para os oitavos de final da Liga dos Campeões de futebol, procurando uma vitória na receção ao Nápoles que lhe permita vencer o Grupo H e manter-se a salvo do perseguidor Besiktas.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.

  • Nova Deli é "altamente tóxica" para os cidadãos

    Mundo

    Nova Deli foi considerada altamente tóxica para os cidadãos. A capital da Índia é considerada há mais de três anos a cidade mais poluída do mundo, mas só este ano se concluiu que é tão tóxica que é capaz de provocar doenças crónicas a quem lá vive.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.